• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2008.tde-11092008-182708
Documento
Autor
Nome completo
Reynaldo França Lins de Mello
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Silva, Marcos Antonio da (Presidente)
Cavenaghi, Airton José
Negrao, Lisias Nogueira
Purdy, Robert Sean
Silva, Jose Maria de Oliveira
Título em português
Economia da esmola e subdesenvolvimento sustentável. A Legião da Boa Vontade (1950-2001)
Palavras-chave em português
enriquecimento
esmola
filantropia
organização salvação.
Resumo em português
O que significa economia da esmola? A esmola é um meio ou um fim? A esmola é um meio de sobrevivência dentro da linha de miséria. Ocorre que, quando a esmola é apropriada institucionalmente e, portanto, estruturada por uma organização religiosa, ela se torna um fim para a entidade que a utiliza como instrumento de sustentação: surge a economia da esmola, com uma finalidade essencialmente econômica, tanto assim o é que não é possível imaginar-se qualquer uma das instituições que se utilizam desse meio (a esmola) abrindo mão do mesmo e continuarem a sobreviver (volta-se à esmola como meio). Se a esmola organizada dá origem à economia da esmola, que por sua vez gera riqueza material e acumulação de capital, temos a criação de um mercado (in)formal da esmola, mas que não é nomeado como tal.
Título em inglês
Economy of Alms
Palavras-chave em inglês
alms
organization
philanthropic
profit making
salvation
salvation.
Resumo em inglês
What does economy of alms mean? Is alms a means to an end or an end in itself? Alms is a means for survival within the line of misery. What happens is that when alms is institutionally aprropriate and, therefore, structured by a religious organization, it becomes an end for the entity, who uses it as a sustaining instrument: the economy ofalms appears, with an aim wchic is essentially economic, so much co, that it is not possible to imagine any of the institutions that make use of this means (the alms) to stop using it and continue to survive (one goes back to using alms as a means to an end). If the organized alms gives origin to the economy of alms which, in its turn, generates abundance of material and accumulation of capital, them we have the creation of a formal alms market, but which is not nominated as such.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
E.pdf (1.52 Mbytes)
Data de Publicação
2008-11-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.