• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2006.tde-11072007-111150
Documento
Autor
Nome completo
Milena Fernandes Maranho
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Souza, Laura de Mello e (Presidente)
Algranti, Leila Mezan
Lara, Silvia Hunold
Pimenta, João Paulo Garrido
Puntoni, Pedro Luis
Título em português
O moinho e o engenho:- São Paulo e Pernambuco em diferentes contextos e atribuições no império colonial português - 1580-1720
Palavras-chave em português
Colonização - 1580-1720 - Brasil
Desenvolvimento econômico - 1580-1720 - Pernambuco - São Paulo
Período colonial (1500-1822)
Produção agrícola
Resumo em português
Tendo em vista uma distinção constantemente realizada pela historiografia colonial entre a "pobreza de São Paulo" e a "riqueza do Nordeste", tomamos este contraste enquanto ponto de partida para a elaboração de uma pesquisa que visa decifrar os papéis econômicos e sociais que as regiões de São Paulo e de Pernambuco apresentavam frente ao Império Colonial português entre 1580 e 1720. Acreditamos que tais papéis podem ser constatados levando-se em conta contextos e atribuições específicos designados a essas regiões no período mencionado. Além disso, a identificação da existência de tais comparações sobre os níveis de vida de ambas as regiões em documentos de época, formuladas pelos contemporâneos ainda entre o final do século XVII e o primeiro quartel do XVIII, pode esclarecer os primórdios das raízes dessas imagens e de seu acentuado contraste. Na verdade, o que se pretende é demonstrar que os conceitos econômicos precisam ser matizados quando analisamos atividades econômicas de regiões que devem ser compreendidas segundo sua importância e seu papel específicos na América
Título em inglês
The mill and engine. São Paulo e Pernambuco in different contexts and atributions in the Portuguese Colonial Empire (1580-1720)
Palavras-chave em inglês
Agricultural production
Colonization - 1580-1720 - Brazil
Economic development - 1580-1720 - Pernambuco - São Paulo
Portuguese Colonial Empire (1580-1720)
Resumo em inglês
Keeping in mind a distinction made by brazilian colonial historiography between "São Paulo's poverty" and "Pernambuco's wealth", we considered this contrast to study the economic and social places that São Paulo and Pernambuco occupied in the Portuguese Colonial Empire among 1580 - 1720. We believe that these "places" must been studied looking on the specific colonial regions' contexts and atributions. Moreover, through the identification of comparisons in colonial documents, written at the seventeen and eighteen centuries, we can throw light on these ideas of "poverty" and "wealth", because we expect that they were constructed in determined moments in the past. Indeed, we intend to show that the economic concepts must been carefully thought when the colonial regions' ativities are analysed according to their importance and especificities in America
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-08-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.