• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2006.tde-11072007-103932
Documento
Autor
Nome completo
Marcelo Meira Amaral Bogaciovas
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Novinsky, Anita Waingort (Presidente)
Bacellar, Carlos de Almeida Prado
Silva, Lina Gorenstein Ferreira da
Título em português
Tribulações do povo de Israel na São Paulo colonial
Palavras-chave em português
Brasil
Elites paulistas
Inquisição
Marranismo
São Paulo
Resumo em português
Quando se pensa na atuação da Inquisição em terras brasileiras, são apenas lembradas pelos historiadores as Visitações na Bahia e Pernambuco. São Paulo também recebeu em seu território oficiais do Tribunal do Santo Ofício no ano de 1628, conforme relatório obtido do Arquivo Nacional da Torre do Tombo (IAN/TT), em Portugal. Será nossa intenção estudar, dos séculos XVI ao XVIII, como se deu a inserção dos marranos, judeus convertidos à força em 1497, nos grupos dominantes (brancos, ibéricos, cristãos-velhos e alfabetizados) do Estado de São Paulo. Para tanto utilizaremos processos de paulistas judaizantes levados aos cárceres da Inquisição, os que foram queimados e os que receberam penas menos duras e retornaram para São Paulo. Da mesma forma, utilizaremos processos de genere et moribus dos arquivos eclesiásticos brasileiros, e diversos outros processos de arquivos brasileiros e portugueses. Uma vez formada a elite paulista, a população cristã-nova apagou da memória suas raízes judaicas ou manteve traços de sua cultura original? Passou de uma minoria discriminada a uma classe conservadora, elitista e discriminadora?
Título em inglês
The troubles of the Jewish people in São Paulo at colonial period
Palavras-chave em inglês
"Elites Paulistas"
Brazil
Inquisition
Marranism
São Paulo
Resumo em inglês
When we think in the actuation of the Holy Office in brazilian lands, it only remembered by the historians of Bahia and Pernambuco visitations. São Paulo has received in their official territories the Holy Office in the year of 1628 as according to relatory obtained in the Portugal's Arquivo Nacional da Torre do Tombo (IAN/TT). It will be our aim analyses, between the XVI to the XVIII centuries, how was inserted the marranos, jews converted to the Catholicism in the year of 1497, in the domination group (whites, iberics, old-christians, and read and write people) in the São Paulo territory. We will analyses with the processes of judaizing paulistas induced into the Holy Office "cárcere", especially the burned one's and the accused who received the hardest penalties and returned to São Paulo. As the processes of Holy Office, we will apply the processes of genere et moribus of brazilian ecclesiastic archives, and many others of portuguese and brazilian archives. Once formed the leading circles of São Paulo - "Elites Paulistas" -, the new-christian population eliminated their jewish roots or maintained their original culture? Passed with a discriminated and conservative class, to a most influential and distinguishing part of the society?
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-08-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.