• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2013.tde-07112013-123129
Documento
Autor
Nome completo
Sooraya Karoan Lino de Medeiros
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Nogueira, Carlos Roberto Figueiredo (Presidente)
Alves, Gracilda
Pereira, Maria Cristina Correia Leandro
Tacconi, Ana Paula Tavares Magalhães
Visalli, Angelita Marques
Título em português
Norma e prática: os papéis das mulheres no reinado de D. João II (1481-1495)
Palavras-chave em português
Condição social feminina
Papéis femininos
Poder real
Portugal
Século XV
Resumo em português
Na concepção do mundo cristão, as mulheres foram criadas a partir de um fragmento masculino para lhe serem sujeitas, nunca iguais. Essa ordenação vai determinar a concepção sobre o feminino e a importância da imposição de submissão às mulheres. Sua inferioridade era impedimento para o ofício religioso e as leis do reino reconheciam a fraqueza própria do seu sexo que lhes vedava o acesso a ofícios públicos. Entretanto, é preciso considerar que entre o que se preconizava e o que de fato se praticava havia um cuidadoso jogo de possibilidades. A condição feminina definida eminentemente por sua ligação e sua relação com um homem que as caracterizava como mulheres solteiras, casadas ou viúvas não representa a multitude de papéis que poderiam desempenhar ao longo de sua vida. Seu estado não era necessariamente um obstáculo para o desempenho de outros papéis. O entrecruzamento dos dados obtidos com a análise da lei e da prática nos mostra que não precisa haver aí uma dicotomia. No seu viver em sociedade, as mulheres conjugavam diversos fatores e assumiam facetas muito mais ricas do que consideravam os escritos dos teólogos e moralistas.
Título em inglês
Regulation and practice: the roles of women in D. João II's reign (1481-1495)
Palavras-chave em inglês
Portugal
Royal power
Social status
Womens roles
XV century
Resumo em inglês
In the design of the Christian world women were created from a mans fragment to be his subject and never an equal. This disposition would determine the conception of the feminine and the importance of the control to which women should be referred. Their inferiority was an obstacle for religious service and the laws of the kingdom recognized the archetypal weakness of their sex forbidding them access to public offices. However it is necessary to consider that between what was preached and what was practiced there were many possibilities. Womens social condition defined by their connection and relationship with a man who characterized them as a single, married or widowed women did not represent the multitude of roles they could play throughout his life. Their condition was not necessarily an obstacle to the performance of other roles. The data obtained with the analysis of the law and practice shows that it didnt had to be a dichotomy. In their social lives women combined several factors and assumed much richer facets than that considered in the writings of theologians and moralists.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-11-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.