• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2016.tde-02032016-151423
Documento
Autor
Nome completo
Leandro Seawright Alonso
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Meihy, Jose Carlos Sebe Bom (Presidente)
Eugênio, Marcos Francisco Napolitano de
Gomes, Antônio Máspoli de Araújo
Karnal, Leandro
Vasconcelos, Jose Antonio
Título em português
Ritos da oralidade: a tradição messiânica de protestantes no Regime Militar Brasileiro
Palavras-chave em português
História oral
Memória coletiva
Protestantes
Regime militar brasileiro
Resumo em português
Propus realizar, nesta investida acadêmica, entrevistas de história oral com protestantes brasileiros que vivenciaram dramas e tramas no Regime Militar Brasileiro entre 1964 e 1985. Reconheci a historia oral como disciplina acadêmica capaz de propiciar uma polifonia por meio do cruzamento do corpus documental da pesquisa. Antes de partir para os documentos regulares, entrevistei protestantes com percepções díspares sobre o Regime Militar e aqueles que se engajaram à direita e à esquerda na política brasileira. Analisei os seus testemunhos relacionados às experiências religiosas e políticas. Estabeleci, portanto, a comunidade de destino de religiosos que sofreram os destinos do Regime Militar no ambiente político de 1964 e 1985; a colônia de protestantes históricos e pentecostais que sofreram consequências ao se posicionarem no ambiente da ditadura militar brasileira. Daí, três redes de enunciação que combinaram elementos religiosos e políticos se constituíram: a rede dos ortodoxos anticomunistas, a rede dos heterodoxos comunistas e, finalmente, a rede dos convertidos depois do Regime Militar Brasileiro. Depois de escrever a História do projeto: um itinerário da pesquisa e história oral, memória coletiva e oralidade protestante, constatei o surgimento de outra forma de messianismo pertencente à sociedade brasileira moderna no ambiente do golpe civil-militar brasileiro. Não obstante a procura por elementos subjetivos e pelo cruzamento das entrevistas de história oral com documentações regulares, escrevi sobre O Reino de Deus e as narrativas de resistência ao Regime Militar Brasileiro para demonstrar os dramas, bem como o arbítrio de agentes repressivos apoiadores da ditadura militar brasileira. Posteriormente, escrevi sobre A memória religiosa entre pecar e perdoar: exílios, sofrimentos, retornos e conversões depois do Regime Militar. Por fim, abordei alguns Aspectos da justiça de transição brasileira", a CNV e o GT sobre o papel das igrejas na ditadura; procurei pela polifonia e pelas disputas mnemônicas referentes à justiça de transição, assim como utilizei uma documentação produzida pelo GT sobre o papel das igrejas na ditadura na busca pelo caráter público e político da pesquisa. Elementos místicos, ritualísticos, experienciais, teológicos e políticos foram analisados com base na memória coletiva.
Título em inglês
Rites of the orality: the messianic tradition of protestants in Brazilian Military Regime
Palavras-chave em inglês
Brazilian military regime
Collective memory
Oral history
Protestants
Resumo em inglês
I proposed, in this academic work, interviews of oral history with Brazilian Protestants who lived dramas and plots during the Brazilian Military Regime between 1964 and 1985. I recognize oral history as an academic discipline that is able to provide some polyphony through the intersection of documentary corpus of the research. Before referring to regular documents, I interviewed Protestants with disparate perceptions on the Military Regime and those who were engaged in right-wings and left-wings Brazilian politics. I analyzed their testimonies related to religious and political experiences. I established the target community described as Religious people who were target of the military regime in the political environment between 1964 and 1985; the colony of historical Protestants and Pentecostals who suffered consequences to position themselves in the Brazilian military dictatorship environment. Then, three enunciation networks that combined religious and political elements were formed: anti-communist ortodox network, communist heterodox and, finally, people that were converted after the Brazilian Military Regime network. After writing Project history: a research itinerary and oral history, collective memory and Protestant orality, I noticed the emergence of another form of Messianism belonging to modern Brazilian society in the environment of the Brazilian civil-military coup. Despite the search for subjective elements and the intersection of oral history interviews with regular documentation, I wrote about 'Kingdom of God' and the resistance narratives to the military regime Brazilian to demonstrate the dramas, as well as the will of support repressive agents of the Brazilian military dictatorship. Afterwards I wrote about The religious memory between "sin" and "forgive": exile, suffering, returns and conversions after the Military Regime. Finally, I addressed Aspects of 'transitional Brazilian justice, National Truth Commission (NTC) and Working Group (WG) on the 'role of the churches in the dictatorship'", I looked for the polyphony and the mnemonic disputes concerning the "transitional justice" and I used some documentation produced by the WG about the 'role of the churches in the dictatorship', aiming at public and political character of the research. Mystical, ritual, experiential, theological and political elements were analyzed based on the collective memory.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-03-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.