• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2013.tde-01042014-094629
Documento
Autor
Nome completo
Fernanda da Silva Rodrigues Rossi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Pinto Filho, Julio Cesar Pimentel (Presidente)
Prado, Maria Ligia Coelho
Sá, Maria Elisa Noronha de
Título em português
Planejando Estados, construindo nações: os projetos políticos de Francisco de Miranda, Bernardo Monteagudo e José Bonifácio
Palavras-chave em português
História latino-americana
Resumo em português
Os movimentos pela emancipação na América marcaram-na sobremaneira no início do século XIX, pelas conjunturas que levaram à formação dos novos países e também pelas disputas políticas e conflitos armados. Focos de luta surgiam simultaneamente por todo o continente, propiciando a concepção de inúmeros projetos políticos que propunham caminhos diversos para os jovens países. Na América do Sul, leste e oeste experimentam as dificuldades e alimentam as esperanças de sonhar com um mundo novo, opondo-se francamente ao colonizador, seja ele espanhol ou português, enquanto constroem as bases das novas nações. Dentre os idealizadores das novas nações, estavam Francisco de Miranda, Bernardo Monteagudo e José Bonifácio, cada qual buscando, a seu modo, uma direção que levasse as suas Américas à modernidade e à liberdade. Em seus textos, são tratadas diversas questões que desafiam a constituição dos novos Estados, entre elas a delimitação de uma unidade territorial, a construção de uma identidade própria e a definição de uma forma justa de governo, indagações comuns a outros tantos pensadores da época. Por conta disso, tais pontos norteiam, a partir da comparação entre as percepções de cada um dos três autores, esta análise das aproximações e distanciamentos de suas formas de pensar, aparentemente tão diferentes entre si. Assim, acredita-se ser possível encontrar aspectos que levem a uma compreensão da circulação de ideias na América do Sul deste período, indo além do tradicional entendimento de que os processos nas porções espanhola e portuguesa foram díspares em sua essência.
Título em inglês
Planning States, building nations: political projects of Francisco de Miranda, Bernardo Monteagudo and José Bonifácio
Palavras-chave em inglês
Latin American history
Resumo em inglês
Emancipation movements in America have profoundly scarred the continent in the beginning of the 19th century, for conjunctures which led to the establishment of new countries as well as political disputes and armed conflicts. Uprisings simultaneously rose all over the continent, encouraging innumerous political projects to put forward an array of paths to the newborn countries. In South America, East and West underwent difficulties and nurtured hope of dreaming of a new world, frankly opposing colonizer, Spanish or Portuguese, whilst building new nations foundations. Amid the new nations idealizers were Francisco de Miranda, Bernardo Monteagudo and José Bonifácio, each one looking, by their own means, for a direction that could lead to modernity and freedom. In their corpora, the authors examine several issues that challenge those new States shaping, among which the delimitation of a territorial unity, building self identity and establishing a fair form of government, queries that are shared amongst so many other thinkers at that time. Because of that, the aforementioned points steer, based on the comparison of the perceptions of each of the three authors, this analysis of approximations and distancing of their way of thinking, apparently quite different to each other. That way, we believe that it is possible to find some aspects which take us to a new comprehension of the circulation of ideas in that period South America, outreaching the traditional understanding which states that the political emancipation processes in Spanish and Portuguese regions were disparate in their essence.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-04-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.