• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2012.tde-21022013-135351
Documento
Autor
Nome completo
Marcos Fabio Martins de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Barbosa, Wilson do Nascimento (Presidente)
Máo Junior, José Rodrigues
Pires, Marcos Cordeiro
Rodrigues, Luciene
Secco, Lincoln Ferreira
Título em português
O pensamento econômico de Francisco Salles, João Pinheiro e João Luís Alves e o desenvolvimento de Minas Gerais (1889-1914)
Palavras-chave em português
Desenvolvimento
Economia
Francisco Salles
João Luís Alves
João Pinheiro
Minas Gerais
Resumo em português
O objeto de análise desta Tese é o pensamento econômico de três estadistas mineiros, na primeira década do século XX. Analisamos como Francisco Salles, João Pinheiro e João Luís Alves equacionaram protecionismo e diversidade enquanto vias de desenvolvimento para o estado de Minas Gerais, por meio dos discursos e tratados que compuseram o Congresso Agrícola, Comercial e Industrial de 1903, realizado em Belo Horizonte. O intuito é demonstrar como a formação acadêmica das personagens mencionadas resultou em proposições próximas do desenvolvimentismo, mas que não surtiram os resultados esperados para o estado mineiro porque não foram e/ou não puderam ser aplicadas por motivos relacionados às ambições políticas de Minas Gerais no período que denominamos de hegemonia sul-mineira. Assim, medidas de cooptação política marcaram as administrações de Minas Gerais entre os anos de 1898 e 1914, a ponto de impossibilitarem a adoção do planejamento econômico acordado no mencionado Congresso.
Título em inglês
The economical thought of Francisco Salles, João Pinheiro and João Luís Alves and the development of Minas Gerais (1889-1914)
Palavras-chave em inglês
Development
Economy
Francisco Salles
João Luís Alves
João Pinheiro
Minas Gerais
Resumo em inglês
The object of analysis of this thesis is the economical thought of three politicians of the Minas Gerais state, in the first decade of the twentieth century. We analyzed how Francisco Salles, João Pinheiro e Joao Luís Alves equated protectionism and diversity, while developing ways to the state of Minas Gerais, through speeches and agreements that made the Agricultural, Industrial and Commercial Congress of 1903 that took place in Belo Horizonte. The intention is showing how the academic formation of the characters mentioned resulted in ideas close to developmentalism. However, they didnt have the expected results to the state of Minas Gerais because, they werent and/or couldnt been applied for reasons to political ambitions of Minas Gerais, in the period we can call Hegemonia Sul-mineira. In this way measures of cooptation policy marked the administrations of Minas Gerais between 1898 and 1914, impossibiliting the adoption of economic planning agreeded in the mentioned Congress
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-02-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.