• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2011.tde-18092012-112859
Documento
Autor
Nome completo
Jaeder Fernandes Cunha
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Secco, Lincoln Ferreira (Presidente)
Goldfarb, José Luiz
Máo Junior, José Rodrigues
Santos, Agnaldo dos
Souza, Luiz Eduardo Simões de
Título em português
Economia mundo e a escrita estrutural da história. Um estudo de Fernand Braudel
Palavras-chave em português
Economia mundo
Fernand Braudel
Teoria da história econômica
Resumo em português
Esta tese é um estudo de epistemologia da história nos domínios da história econômica. Por ser um estudo de epistemologia histórica também é metodológico e historiográfico. Adotamos como objeto principal de investigação obra e pensamento do historiador francês Fernand Braudel (1902-1985). Nossa hipótese geral é a de que a disciplina de história econômica obteve com Fernand Braudel um novo significado no conjunto das ciências sociais e humanas. Já a nossa hipótese específica parte da noção de que economia mundo não se trata de um conceito comum na obra do autor, como tende a se sustentar na historiografia, mas sim de um mecanismo epistêmico dentro do conjunto braudeliano capaz não apenas de dar sentido à sua teoria histórica do capitalismo, mas fundamental para se compreender a partir da escrita estrutural associada à longa duração - a sua perspectiva de espaço-tempo nos domínios da história. Para comprovação das hipóteses apresentadas, três discussões nortearão esta pesquisa: i) a relação das disciplinas de história, economia e sua resultante, a história econômica; ii) o duelo entre a história estrutural braudeliana e o estruturalismo; e iii) os contextos da obra e pensamento braudelianos. Os resultados obtidos demonstraram que a história econômica não somente foi o maior campo de estudos do historiador francês, mas foi a base de seu projeto epistemológico para o conjunto das ciências sociais e humanas. Verificou-se também que o projeto braudeliano em boa parcela foi construído a partir da antinomia de método com o estruturalismo; uma incursão problematizadora dos princípios epistemológicos do método estruturalista demonstraram que seus formalismos impediram que seu maior expoente, Claude Lévi- Strauss, resolvesse a aporia do tempo. Essa incursão nos levou a estudar a concepção de espaço e de tempo na filosofia e na ciência. Verificou-se o debate entre ciência e filosofia em torno do novo problema espaço-tempo lançado pelo físico Albert Einstein enquanto contexto histórico do período de constituição dos paradigmas dos primeiros Annales e braudelianos. O projeto braudeliano, denominado de história global, de nada tem a ver com a pueril pretensão de estudar todos os fatos históricos humanos em todas as épocas possíveis, mas apenas de se inverter a ordem tradicional de investigação das ciências sociais e humanas que se autonomizaram na virada de século e no decorrer do século XX. Trata-se de não mais se restringir à dicotomia idiográfica hipotético-indutiva (empirista) versus nomotética hipotético-dedutiva (racionalista), trata-se de superá-la.
Título em inglês
World-economy and history's structural writing. A Fernand Braudel's study
Palavras-chave em inglês
Economic history theory
Fernand Braudel
World-economy
Resumo em inglês
This thesis is a study of history epistemology within the domains of economic history. As it is a study of history epistemology, it is also methodological and historiographical. We have adopted the french historian Fernand Braudel's (1902-1985) work and thought as our investigation object. The general hypothesis is that the economic history discipline has had, with Fernand Braudel, a new meaning in the social and human sciences conjunct. In the other hand, our specific hypothesis is that world-economy is not about a commom concept in the author's theory, as it is maintained in historiography, but it's about an epistemical mechanism within the braudelian conjunct able to make sense not only to the author's historic theory of the capitalism, but fundamental to understand from the structural writing associated to long duration - , as well, his perspective of space-time in history domains. Three discussions will lead this research for validation of the hypothesis: i) the disciplines' relations of history, economy and their resultant, economic history; ii) the battle between braudelian structural history and structuralism; and iii) the braudelian work and thought contexts. The obtained results have shown that economic history was not only the greater study field of the french historian, but also the bedrock for his epistemological project for the social science conjunct. It was also verified that the braudelian project was elaborated from the methodological antinomy with the structuralism; a problematical incursion of the epistemological principles from the structural method have shown that its formalisms prevented its greater exponent, Claude Lévi-Strauss, to solve the time aporia. This incursion lead us to study the concept of space and time in philosophy and in science. We have noticed that the debate between science and philosophy about the new problem space-time brought up by the physicist Albert Einstein, is related to paradigms from the earliest Annales, and the braudelians. The braudelian project denominated global history, has nothing to do with the puerile pretension of studying all the human historical facts of all possible times, but only to invert the traditional investigation order of social sciences which became independant by the century's upturn and throughout the XX th century. This is no longer about getting restricted to the hypothetical-inductive (empiricist) idiographic dichotomy versus hypothetical-deductive (rationalist) nomothetic, it is about to overcome it.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-09-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.