• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2012.tde-15042013-115015
Documento
Autor
Nome completo
Tiago Kramer de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Arruda, Jose Jobson de Andrade (Presidente)
Bueno, Beatriz Piccolotto Siqueira
Ferlini, Vera Lucia Amaral
Motta, Márcia Maria Menendes
Novais, Fernando Antonio
Título em português
Desconstruindo velhos mapas, revelando espacializações: a economia colonial no centro da América do Sul (primeira metade do século XVIII)
Palavras-chave em português
Documentos cartográficos
Economia colonial - século 18
Espacialização da economia
Resumo em português
Esta tese apresenta um estudo sobre a espacialização da economia colonial nas minas do Cuiabá e do Mato Grosso, no centro da América do Sul, na primeira metade do século XVIII. No primeiro capítulo procuramos demonstrar como algumas interpretações e imagens recorrentes a respeito da economia colonial reproduzida nos territórios que formariam a capitania de Mato Grosso, impõem-se aos indícios documentais e são reproduzidas sem o questionamento sobre os pressupostos que as sustentam. No segundo capítulo, definimos nosso posicionamento teórico e metodológico em relação aos documentos cartográficos. No terceiro capítulo analisamos mapas classificados como sertanistas. Demonstramos que uma análise dos rústicos mapas do sertanismo revela uma lógica da expansão das conquistas territoriais portuguesas distante das interpretações consagradas sobre estes mapas. No quarto capítulo reconstruímos o processo de formação de ambientes rurais na primeira década de colonização portuguesa nas minas do Cuiabá, revelando a estruturação de uma estrutura fundiária diversificada voltada para o comércio e o mercado interno. No quinto capítulo analisamos a relação entre as práticas administrativas e a espacialização da economia colonial. No sexto capítulo, procuramos relacionar a espacialização da economia no centro da América do Sul às transformações da economia na primeira metade do século XVIII, em diversas escalas.
Título em inglês
Deconstructing old maps, revealing spatializations: the colonial economy at the center of South America (first half of the 18th century)
Palavras-chave em inglês
Cartographic documents
Colonial economy - 18th century
Spatialization of economy
Resumo em inglês
This thesis present a study about the spatialization of the colonial economy in the mines of Cuiabá and of Mato Grosso, in the center of South America in the first half of the eighteenth century. In the first chapter we demonstrate how some recurring images and interpretations about the economy reproduced in the colonial territories that would form the captaincy of Mato Grosso, are imposed regarding the documental evidences and are reproduced without questioning the assumptions that underpin them. In the second chapter, we defined our theoretical and methodological positioning in relation to cartographic documents. In the third chapter we analyze maps classified as sertanistas. We demonstrate that an analysis of rustic maps of sertanismo reveals a logical of the Portuguese expansion distant of the interpretations consecrated about these maps. In the fourth chapter we reconstruct the process of formation of rural environments in the first decade of colonization in the mines of Cuiabá, revealing the structuring a diversified land structure facing the trade and the internal market. In the fifth chapter we analyze the relationship between and administrative practices and the colonial economy spacialization. In the sixth chapter, we relate the economy spacialization at the center of South America with the transformations of the economy in the first half of the eighteenth century, in various scales.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-04-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.