• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2015.tde-12112015-163949
Documento
Autor
Nome completo
Roberto Pereira Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Arruda, Jose Jobson de Andrade (Presidente)
Berriel, Rosa Maria Vieira
Colistete, Renato Perim
Coutinho, Mauricio Chalfin
Novais, Fernando Antonio
Título em português
Celso Furtado, entre a história e a teoria econômica (1948-1959): uma interpretação historiográfica
Palavras-chave em português
Celso Furtado
Desenvolvimento econômico
Economia brasileira
História econômica do Brasil
Historiografia
Resumo em português
Este trabalho analisa a obra de Celso Furtado entre 1948 e 1959. Seu objetivo é investigar como o autor trata a relação entre história e teoria econômica, enquanto um dos principais elementos de sua formulação da teoria do desenvolvimento econômico. Procura-se delinear como essa problemática foi sendo reelaborada ao longo do tempo, entendendo que estas reformulações decorrem dos problemas específicos da economia brasileira, dos diagnósticos que produz sobre esta e dos debates na história do pensamento econômico brasileiro. Metodologicamente, o trabalho está ancorado na historiografia em sua acepção crítica: compreendida como uma reflexão sobre a produção escrita, entrelaçando autor, obra e meio. Nessa perspectiva, procura-se evidenciar como os influxos do presente, a retomada do passado brasileiro e as perspectivas de futuro foram elaboradas e organizadas por Celso Furtado, num arranjo de dialógica transtemporal. Para isso nos centramos em cada conjuntura de elaboração dos escritos de Celso Furtado. Investigamos a participação de Celso Furtado na Comissão Econômica para América Latina (CEPAL), o debate sobre planejamento econômico que envolveu, também, Raúl Prebisch, Eugenio Gudin e Octávio Gouveia de Bulhões a publicação de A economia brasileira (1954) e a tentativa de responder tanto aos problemas conjunturais da economia brasileira quanto apresentar uma primeira tentativa de conciliar história e teoria econômica. As resenhas e comentários publicados na revista Econômica Brasileira e o livro Perspectivas da economia brasileira (1958) explicitam o posicionamento de Celso Furtado frente ao Plano de Metas e apresenta alterações importantes em seu diagnóstico da economia brasileira. ] Finalmente, examinamos Formação econômica do Brasil (1959) como uma nova resposta ao desafio de conciliar história e teoria econômica.
Título em inglês
Celso Furtado, between history and economic theory (1948-1959): an historiographical interpretation
Palavras-chave em inglês
Brazilian economy
Celso Furtado
Economic development
Economic history of Brazil
Historiography
Resumo em inglês
This study analyzes the work of Celso Furtado between 1948 and 1959. Its aim is to investigate how the author deals with the relationship between history and economic theory, while one of the main elements of its formulation of the theory of economic development. Searches to outline how this problem was being reworked over time, understanding these restatements as resulting from the specific problems of the Brazilian economy, from diagnosis which produces about this and debates in the history of Brazilian economic thought. Methodologically, the work is based on historiography in its critical meaning: understood as a reflection on the written production, entwining author, work and environment. In this perspective, we try to show how the inflows of present, the resumption of the Brazilian past and future prospects were prepared and organized by Celso Furtado, in a dialogic and trans-temporal arrangement. For this we focus on each elaboration's conjuncture of the writings of Celso Furtado. We investigated the participation of Celso Furtado at the Economic Commission for Latin America (ECLA), the debate on economic planning - which also involved Raúl Prebisch, Eugenio Gudin and Octavio Gouveia de Bouillon - the publication of the A economia brasileira (1954) and the attempt responding both to the economic problems of the Brazilian economy has a first attempt to reconcile history and economic theory. We investigated the participation of Celso Furtado at the Economic Commission for Latin America (ECLAC), the debate on economic planning - which also involved Raúl Prebisch, Eugenio Gudin and Octavio Gouveia de Bouillon - the publication of the Brazilian economy (1954) and the attempt to respond both to the economic problems of the Brazilian economy and present a first attempt to reconcile history and economic theory. The reviews and comments published in the Econômica Brasileira journal and the book Perspectivas da economia brasileira (1958) explains the positioning of Celso Furtado on the Target Plan and presents important changes in their diagnosis of the Brazilian economy. Finally, we examine Formação econômica do Brasil (1959) as a new response to the challenge of reconciling history and economic theory.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-11-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.