• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2006.tde-10072007-110938
Documento
Autor
Nome completo
Vitor Eduardo Schincariol
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Barbosa, Wilson do Nascimento (Presidente)
Pires, Marcos Cordeiro
Secco, Lincoln Ferreira
Título em português
Acumulação de capital no Brasil sob a crise do fordismo: 1985-2002
Palavras-chave em português
Abertura comercial
Acumulação de capital
Acumulação flexível
Classes trabalhadoras
Crise econômica
Desemprego
Fordismo
Liberalização econômica
Pós-Fordismo
Resumo em português
Esta dissertação ilustra como o regime fordista de acumulação brasileiro foi induzido à sua crise na década de oitenta, pelas políticas de ajuste econômico patrocinadas pelo FMI, e como na década seguinte a política de liberalização da economia terminou por reformatá-lo. Destacam-se as alterações estruturais na economia neste novo ambiente pós-fordista, e evidencia-se como este novo regime de acumulação não permitiu uma ampliação do produto e renda
Título em inglês
Accumulation of capital in Brazil under Fordism crisis: 1985-2002
Palavras-chave em inglês
Accumulation of capital
Commercial liberalization
Economic crisis
Economic liberalization
Economic policy
Flexible accumulation
Fordism
Post-fordism
Unemployment
Working classes
Resumo em inglês
This master dissertation elucidates how the Brazilian accumulation of fordist type was driven into its crisis in the eighties, by the adjustment policies of International Monetary Fund and how, during the nineties, the liberalization of economy put another one in curse, the so called post-fordist regime. The work approaches the structural changes of the Brazilian economy under this new post-fordist regime, and attempts to show how it was not able foster new economic growth, as expected
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-08-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.