• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2012.tde-25022013-105257
Documento
Autor
Nome completo
Maria Cristina de Jesus Novaes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Fonseca, Fernanda Padovesi (Presidente)
Antas Junior, Ricardo Mendes
Girardi, Gisele
Título em português
A segregação socioespacial em Guarulhos e a representação em mapas
Palavras-chave em português
Cartografia
Desenvolvimento técnico
Desigualdade
Meios geográficos
Objetos
Resumo em português
Considerando o espaço geográfico como uma das instâncias da sociedade, tal como Milton Santos, discutiu-se neste trabalho a relação entre a segregação socioespacial e a distribuição dos homicídios. A cartografia foi parte importante do instrumental dessa análise. O município de Guarulhos, que integra a Região Metropolitana de São Paulo (RMSP), foi o objeto empírico. Ele foi compreendido como uma realidade mediada pela formação socioespacial brasileira e pelos estágios da técnica, que estão fundamentados na teoria e no método propostos por Milton Santos. No caso, foram identificados os meios geográficos: natural, técnico e técnico-científico-informacional, operando na formação do município. A segregação socioespacial foi interpretada como consequência da acessibilidade desigual aos objetos e serviços sociais, principalmente aos serviços públicos, algo que é ampliado pelo uso seletivo do território por parte dos atores hegemônicos, advindos da construção do meio técnico--científico-informacional. A partir da identificação dos meios geográficos e da percepção da segregação socioespacial identificaram-se as áreas no interior do município, nas quais, relativamente, encontram-se as melhores condições territoriais. Com relação aos mapas, a proposta foi conciliar diferentes possibilidades de representação das informações, de acordo com a leitura espacial que se deseja enfatizar em cada um deles, reafirmando as potencialidades e as limitações dos diferentes tipos de mapas. Nesse sentido, foram construídos mapas com fundo euclidiano para representar os dados absolutos e aqueles que localizavam os objetos pelo território. Por outro lado, foram feitas anamorfoses para os dados que enfatizavam a distribuição da população no interior do município, bem como as informações relativas a ela. Procurou-se ressaltar o potencial da linguagem visual na simplificação das informações, como meio para a sua democratização, o que pode contribuir como instrumento de esclarecimento da população, sobretudo, pelo conteúdo dos mapas.
Título em inglês
The socioespatial segregation in Guarulhos and representation on maps
Palavras-chave em inglês
Cartography
Geographical media
Inequality
Objects
Technical development
Resumo em inglês
Considering geographical space as one of the instances of society, like Milton Santos, it was discussed in this work the relationship between sociospatial segregation and the distribution of homicides. Cartography was an important part of this analysis instrumental. The city of Guarulhos, which integrates São Paulo Metropolitan Region (RMSP), was the empirical object. It was understood as a reality mediated by Brazilian sociospatial formation and by the technical stages, grounded on theory and method proposed by Milton Santos. In this case, geographical media were identified: natural, technical and technical-scientific-informational, operating in the city formation. Sociospatial segregation was interpreted as a consequence of unequal access to social objects and services, mainly to public services, something which is amplified by selective use of the territory by the hegemonic actors, arising from the construction of technical-scientific-informational environment. Based on the identification of geographical media and on the perception of sociospatial segregation, areas in the city were identified in which, relatively, the best territorial conditions were found. Relating to maps, the proposal was to conciliate different possibilities of information representation, according to the spatial reading which was to be emphasized in each one, restating the potentialities and limitations of different types of maps. In this sense, Euclidean background maps were constructed to represent absolute data and those which located the objects by territory. On the other hand, anamorphosis was made for the data which emphasized the population distribution in the city, as well as information related to it. It was sought to emphasize the potential of visual language on simplifying information, as a means to its democratization, which can contribute as instrument of clarification for the population, especially, through the maps contents.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-02-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.