• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2006.tde-20062007-142830
Documento
Autor
Nome completo
Heloisa Santos Molina Lopes
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Souza, Maria Adélia Aparecida de (Presidente)
Arroyo, Maria Mónica
Cataia, Marcio Antonio
Título em português
Agricultura, modernização e uso corporativo do território
Palavras-chave em português
Modernização da agricultura
Uso do solo
Resumo em português
O uso do território, que historicamente se dá de forma seletiva e desigual, revela-nos a face geográfica da desigualdade, dada por organizações territoriais e normatizações políticas. O estudo da formação sócio-espacial brasileira mostra-nos que o uso agrícola de nosso território é revelador destas desigualdades. O processo de modernização do território, intensificado com o último regime militar, garantiu a definitiva transformação do meio geográfico em meio técnico, científico e informacional, atendendo às exigências de um mundo cada vez mais atingido pela globalização. Urbanização, industrialização e modernização agrícola, são marcas deste período. A agricultura torna-se uma atividade científica, fortemente dependente da informação e da pesquisa. Esta agricultura modernizada altera as relações cidade-campo e exige a implantação de sistemas de engenharia complexos que garantam a produção, mas essencialmente a circulação, que neste momento precede a produção propriamente dita. O Estado participa de forma generosa, garantido a implantação de redes de circulação e comunicação. Esta agricultura vincula-se diretamente com o mercado externo, onde tem seus preços e produção determinados, levando o país a uma incomoda posição de subordinação, em um modelo novamente agrário-exportador. Por que, então, os agentes desta agricultura modernizada possuem tamanho poder de fazer política?
Título em inglês
Agricultura, modernização e uso corporativo do território
Palavras-chave em inglês
Modernization of the agriculture
Use of the territory
Resumo em inglês
The use of the territory that historically occurs in a selective and unequal way, reveal us the geographical face of the inequality given by territorial organizations and political norms. The study of the Brazilian social spatial formation show us that the agricultural using of our territory is the revelation of those inequalities. The process of the territory's modernization, intensified by the last military regime, guaranteed the definitive transformation of the geographical milieu in the technical scientific and informative milieu, attending to the requirements of a world more and more affected by globalization. Urbanization, industrialization and the modernization of the agriculture are marks of this period. The agriculture turned into a scientific activity, strongly dependant from information and reserach. This modern agriculture alters the relation citycountryside and requires the implementation of complex engineering systems which guarantee the production, but essentially the circulation that at the moment precedes the production. The State participates in it in a generous way, assuring the implementation of circulation's and communication's nets. This agriculture is directly linked to the external market which there are its prices and prodution determined, leading the country to an uncomfortable position of subordination, in the same agrarian-exporting model. Then, why do the agents of this modern agriculture have got so much power to play politics?
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-06-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.