• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2014.tde-20052015-151521
Documento
Autor
Nome completo
Carolina Polezi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Contel, Fabio Betioli (Presidente)
Arroyo, Maria Mónica
Cataia, Marcio Antonio
Título em português
O BNDES e o financiamento da integração sulamericana: sistemas de engenharia na fronteira Brasil-Guiana Francesa
Palavras-chave em português
BNDES
fronteira Brasil-Guiana
Integração sul-americana
Sistemas de engenharia
Verticalidades e horizontalidades
Resumo em português
O presente trabalho busca compreender a importância que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ganha a partir de 2003 com as ampliações dos financiamentos voltados para a construção de sistemas de engenharia, não somente dentro do território nacional, mas também no exterior (sobretudo na América do Sul). Partindo do processo de integração física das nações sulamericanas e da instalação de solidariedades geográficas (Santos, 1996) entre as regiões do continente, procuramos analisar as complementaridades nos territórios envolvidos em financiamentos dos bancos de desenvolvimento, em especial o BNDES, no qual se articulam Estados e empresas privadas na produção de novos sistemas de engenharia no continente. Nesse sentindo, buscamos compreender as verticalidades e horizontalidades geradas no espaço continental, dando ênfase no caso da fronteira do Brasil com a Guiana Francesa, onde foram instalados nos fixos geográficos que afetam diretamente a integração destes dois países (principalmente a Ponte Binacional Brasil-Guiana e a BR-156).
Título em inglês
Brazilian National Development Bank (BNDES) and the financing of South American integration: systems of engineering in the brazilian-guiana border
Palavras-chave em inglês
BNDES
Brazil-Guyana border
South American integration
Systems of engineering
Verticalities and horizontalities
Resumo em inglês
This paper seeks to understand the importance that the National Bank for Economic and Social Development (BNDES) wins from 2003 with the expansion of financing aimed at the construction of engineering systems, not only within the country but also abroad (especially in South America). Starting from the physical integration of South American nations and the installation of geographical solidarities (Santos, 1996) between the regions of the continent process, we analyzed the complementarities in the territories involved in financing from development banks, especially BNDES, which are articulated States and private companies in the production of new engineering systems on the continent. In that sense, we seek to understand the uprights and horizontalities generated in continental space, emphasizing the case of Brazil's border with French Guiana, where they were installed in the geographic fixed that directly affect the integration of these two countries (mainly Brazil-Guyana Binational Bridge and BR-156).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-05-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.