• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Amanda Bonuccelli Voivodic
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Scifoni, Simone (Presidente)
Burgos, Rosalina
Carvalho, Caio Santo Amore de
Título em português
Manancial de contradições: o conflito entre o morar e as políticas de preservação
Palavras-chave em português
Cotidiano
Geografia urbana
Moradia
Preservação da natureza
Resistência
Resumo em português
A cidade de São Paulo é marcada pelo asfalto, pelo horizonte de prédios, por seus arranha-céus, torres espelhadas, pelos rios soterrados ou canalizados e poluídos, pelo excesso de carros, pelo trânsito. A urbanização da capital paulistana, induzida pela industrialização, ocorreu de forma acelerada e sem preocupação com a natureza. O movimento ambientalista, que ganhou força no mundo na década de 1960, desencadeou uma série de novas demandas, tanto do cidadão que deseja e reivindica áreas verdes e novas políticas de preservação em sua cidade, quanto do consumidor que passou a desejar produtos que gerem menos impactos ambientais, como sacolas biodegradáveis e meios de transporte menos poluentes. Atualmente, essas demandas transformam o urbano em São Paulo e o verde se tornou elemento de valorização do espaço. Essa pesquisa busca compreender como a demanda pelo verde transforma o espaço e a vida dos moradores na periferia da cidade, com base nas políticas públicas de preservação no bairro de Vargem Grande, localizado na zona sul, no distrito de Parelheiros. Vargem Grande, que é um loteamento considerado irregular pelo Estado, se estabeleceu em 1989 dentro da Cratera de Colônia. A Cratera foi tombada pelo órgão de proteção ao patrimônio cultural do Estado de São Paulo como patrimônio geológico em 2003, por se tratar de área formada pelo impacto de um corpo celeste na Terra. Além disso, o bairro fica dentro da área de proteção aos mananciais da represa Billings e da Área de Proteção Ambiental (APA) Capivari Monos. Existem mais de 17 leis que estabelecem como essa área deve ser ocupada. Vivem no bairro em torno de 50 mil pessoas, é com base no relato dos moradores sobre o cotidiano em Vargem Grande que buscamos compreender como se dá a relação entre essas políticas e a luta por moradia na cidade e como o discurso de preservação da natureza influencia na produção e reprodução desse espaço e da vida dos moradores.
Título em inglês
A wellspring contradictions: the conflict between dwelling and the politics of conservation
Palavras-chave em inglês
Dwelling
Everyday life
Nature conservation
Resistance
Urban geography
Resumo em inglês
The city of São Paulo is known, among others, for its asphalt, for its sky-line of buildings, for its skyscrapers and mirrored towers, for its buried or canalized and polluted rivers, for the excess of cars and for its traffic. The urbanization of the capital of the state, which was induced by industrialization, occurred in an accelerated manner and without concern for nature. Environmental movements, which gained worldwide traction in the 1970s, unleashed a series of new demands, both by the citizen who desires and claims green areas and new policies of conservation in his or her city, and the consumer who came to desire products that causes less environmental impact, like biodegradable bags and less pollutant means of transportation. Nowadays, these demands have been transforming the urban aspects of São Paulo and the green feature has become an element of space valorization. This research aims to comprehend how demands for a green environment transform the space and life of the dwellers in a working-class suburban area of the city, based on the public policies of conservation at the Vargem Grande quarter, located in the south zone, in the district of Parelheiros. Vargem Grande, a division of land into lots considered illegal by public power, was established in 1989 inside the Colônia Crater. The crater was put under government trust by the cultural heritage protection agency of the State of São Paulo as geological patrimony in 2003, for being an area formed by the impact of a celestial body on Earth. Besides that, the quarter is located inside the wellspring conservation area of the Billings dam and the Environmental Protection Area (EPA) of Capivari Monos. There are more than 17 laws that determine how this area should be occupied. Around 50 thousand people live in the quarter. Based on the report of some of the dwellers about their everyday life we seek to comprehend how these policies and the struggle for housing in the city relate to each other, and how the discourse on nature conservation influences the production and reproduction of both the space and life of its inhabitants.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-09-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.