• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2005.tde-15122005-200627
Documento
Autor
Nome completo
Amir El Hakim de Paula
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Francesconi, Lea (Presidente)
Andrade, Margarida Maria de
Santos, Douglas
Título em português
"Os operários pedem passagem! - A Geografia do operário na cidade de São Paulo (1900-1917)"
Palavras-chave em português
apropriação
cidade
indústria
operariado
segregação espacial
Resumo em português
A dissertação procura entender a relação entre o operário e a cidade de São Paulo no período de 1900 a 1917. Esse período é marcado por um grande crescimento populacional e geográfico da cidade, sendo que esse crescimento possibilita o surgimento de novos bairros na capital paulista. Por meio desse trabalho, demonstramos que conforme a cidade crescia surgia nela um processo de segregação espacial, separando geograficamente, em bairros com distintas paisagens, as classes mais populares (como os operários) e a elite paulistana, representada principalmente pela burguesia cafeeira e/ou burguesia industrial. Com esse processo de segregação espacial, os operários ficaram circunscritos à bairros sem muita infra-estrutura urbana (como ruas asfaltadas e arborizadas, serviços de água e esgoto), em contrapartida ao fato de serem eles os principais construtores da cidade. A partir disso, buscamos entender como ocorreria um questionamento a essa segregação espacial, ou seja, como e quando os operários, enquanto movimento organizado, "invadiam" as regiões mais centrais da cidade. Analisando as lutas contra a Carestia de Vida e a Greve de 1917, percebemos que, em momentos de grande agitação social, o operário chegava ao centro e questionava essa "ordem" urbana. Sendo assim, percebemos que a geografia do operário na cidade vai muito além de simplesmente localizar esse trabalhador na cidade. Ela passa a entender também o significado desse processo de apropriação espacial.
Título em inglês
The Workers take over the streets! - The Geography of the Workers in São Paulo city ( 1900-1917)
Palavras-chave em inglês
appropriation
city
industry
spacial segregation
wok force
Resumo em inglês
This dissertation is a search to understand the relation between the worker and the city of São Paulo from 1900 to 1917. Noticeably, in the period, there is rapid population and geographical growth which enables the development of new districts in the capital of the state of São Paulo. In this the dissertation, we demonstrated that as the city developed a spacial segregation process was brought about, separating geographically into districts with distinet layouts the more popular classes (as the workers) and the São Paulo elite, represented mainly by the coffee grower and/or the industrial bourgeoisies. In this special segregation process the workers were circumscribed (such as asphalt and trees along services) in spite of the fact that they are the main city builders. From this starting point we attempt to understand what would be a questioring on this spacial segregation or rather, how and when the workers, as an organized movement "invaded" the city center. Analyzing the struggles against the high cost of living and strike in 1917, we notice that in periods of great social commotion the workers get to the city center and question this urban "order". Thus, we perceive that the geography of the workers in the city goes far beyond to simply localize them in the city. It also analyses the meaning of this special take over process.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2006-02-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.