• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2011.tde-15052012-121116
Documento
Autor
Nome completo
Joaquim Hudson de Souza Ribeiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Rossini, Rosa Ester (Presidente)
Arroyo, Maria Mónica
Contel, Fabio Betioli
Freitas, Marilene Corrêa da Silva
Sekkel, Marie Claire
Título em português
Espaços violados: uma leitura geográfica e psicossocial da violência sexual infanto-juvenil na área urbana de Manaus - AM (2006-2010)
Palavras-chave em português
Amazônia
Manaus
Redes
Violência sexual infanto-juvenil
Resumo em português
fenômeno da violência sexual infanto-juvenil não se explica por si só, pois é também resultado de uma prática socioespacial, em que é nítido o envolvimento simultâneo de variáveis sociais, culturais e psicológicas. Nossa pesquisa tem como objetivo entender a violência sexual infanto-juvenil em Manaus (2006-2010), a partir de uma leitura geográfica e psicossocial do fenômeno. Trata-se de uma pesquisa quanti-qualitativa, de natureza exploratória, retrospectiva e descritiva, com abordagem baseada na hermenêutica da profundidade, por meio da qual realizamos pesquisa de campo junto aos casos denunciados, entrevistas aos usuários dos serviços de atendimento às vítimas, mapeamento do fenômeno das zonas administrativas da cidade, levantamento em bases estatísticas oficiais e revisão bibliográfica. Os resultados mostram que a formação do quadro regional da Amazônia a partir de seus projetos de ocupação e desenvolvimento teve sua base na exploração material e sexual de seus povos. Não se pode negar que a distribuição espacial do fenômeno em Manaus tem forte ligação com as carências de infra-estrutura urbana e de equipamentos e serviços nas zonas onde a freqüência do número de denúncias é maior, constituindo-se assim como espaços segregados e de maior vulnerabilidade do fenômeno. As instituições que compõem a rede de enfrentamento da violência sexual infanto-juvenil em Manaus são insuficientes frente à demanda do número de casos, à superfície territorial e à população da cidade que buscam por seus serviços. Sua fragilidade está na articulação da rede, na ausência de políticas públicas para o enfrentamento deste tipo de violência, assim como a inadequada distribuição das instituições no espaço da cidade, dificultando o acesso e a acessibilidade da população às mesmas.
Título em inglês
Violated Spaces: a reading of the geographical and psychosocial sexual violence against children and youth in the urban area of Manaus-AM (2006-2010)
Palavras-chave em inglês
Amazon
Manaus
Networks
sexual violence against children and youth
Resumo em inglês
The phenomenon of child-youth sexual abuse can not be explained by itself alone. It is also the result of socio-spatial practice. It is clear that there is simultaneous involvement of social, cultural and psychological variables. Our research aims at understanding the sexual abuse of children and youth in Manaus (2006-2010) from a geographical and psychosocial reading of the phenomenon. It is about quantitative and qualitative research, of exploratory nature, descriptive and retrospective, using a depth hermeneutics approach for conducting field research in the reported cases, interviewing those who have used the services that care for such victims, mapping the phenomenon in the administrative areas of the city, using survey databases from official statistics and reviewing library materials. The results show that the formation of a regional framework of the Amazon from its settlement projects and "development" has had its basis in the material and sexual exploitation of its people. There is no denying that the spatial distribution of the phenomenon in Manaus has strong links with the lack of urban infrastructure, facilities and services in areas where the frequency of the number of complaints is higher, thus forming as if they were segregated spaces with greater vulnerability to the phenomenon. The institutions that make up the network for fighting child-youth sexual abuse in Manaus are insufficient in facing the demand of the number of cases, the size of the area, and the city population that seeks their services. Its weakness is in the joint network in the absence of public policies to face this kind of violence, as well as the inadequate distribution of institutions within the city, making availability and access difficult for the population to get to them.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-05-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.