• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2012.tde-12112012-094627
Documento
Autor
Nome completo
André Eduardo Ribeiro da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Suzuki, Julio Cesar (Presidente)
Cleps Junior, João
Costa, Everaldo Batista da
Ribeiro, Suzana Lopes Salgado
Valverde, Rodrigo Ramos Hospodar Felippe
Título em português
Territorialidades e redes da migração maranhense para o trabalho nos canaviais paulistas
Palavras-chave em português
Lavoura canavieira
Redes territoriais
Relações de trabalho
Reprodução social camponesa
Territorialidade migratória
Resumo em português
Os deslocamentos de homens, mulheres e famílias inteiras, moradoras no município de Timbiras/MA para o labor nas atividades da agricultura canavieira no Estado de São Paulo se desenrola por uma série de redes de relações pessoais, que abrange diversos agentes sociais, tanto no Maranhão - no município timbirense e também em municípios vizinhos - como nas duas principais cidades em que residem durante a colheita da gramínea, no Estado de São Paulo: Guariba e Pradópolis. Por meio de testemunhos orais, colhidos no município de Timbiras (MA) e nas cidades paulistas de Guariba e Pradópolis, buscamos compreender as relações entre a rede de informações familiares e as redes territoriais de apoio que fundamentam o processo migratório. A primeira se sustenta a partir de vínculos de reciprocidade nutridos pelos trabalhadores migrantes nos espaços sociais das referidos municípios do Estado do Maranhão e de São Paulo. Já as redes territoriais de apoio dão suporte a essa troca de informações entre os territórios de migração e o dito local de moradia do tronco ou núcleo familiar, no Maranhão nos anos 2000. Essas redes de relações pessoais, fundamentais para alavancar a experiência migratória, se costuram, se refiguram e se fortalecem a partir de múltiplas formas de trocas de informações entre os que migraram e os que não migraram, bem como entre os possíveis migrantes e os agentes responsáveis pelo processo de deslocamento e recrutamento até a área canavieira paulista. Compreende-se que há uma vinculação estreita entre o processo de construção de territórios de migração e a territorialidade experimentada na área de origem, sustentada por redes múltiplas de relações sociais que cimentam estas territorialidades criadas e ressignificadas com a migração.
Título em inglês
Territoriality and networks of the migration from Maranhao to São Paulo cane fields
Palavras-chave em inglês
Crop sugarcane
Labor relations
Migration territoriality
Peasant social reproduction
Territorial networks
Resumo em inglês
The displacements of men, women and entire families living in the city of Timbiras/MA for labor in agricultural activities of sugarcane in the state of São Paulo unfolds through a series of networks of personal relationships, covering many different social agents, both in Maranhão in the city of Timbiras and in neighboring counties as well - and in the two major cities where they live during the harvest of sugarcane, in the State of São Paulo: Guariba and Pradópolis. By oral testimonies, collected in the municipality of Timbiras (MA) and in the cities of Guariba (SP) and Pradópolis (SP), we sought to achieve the understanding of the relationships between the network of family information and territorial networks of support that underlie the migration process. The first is based on the bonds of reciprocity fed by migrant workers in the social spaces of these referred cities in the state of Maranhão and São Paulo. The territorial networks of support gives a base to this exchange of information between the territories of migration and the place of residence of core of the family, in Maranhão in the year of 2000. These networks of personal relationships, fundamental to leverage the experience of migration, sew themselves get strengthened from multiple forms of information exchange between those who migrated and those who did not, as well as among potential migrants and the agents responsible for the process displacement and recruitment to the sugarcane production area in São Paulo. It was possible to understand that there is a close relationship between the process of construction of territories of migration and the territoriality experienced in the area of origin, supported by multiple networks of social relationships that cement these territorialities created and re-signified with the migration.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-11-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.