• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2014.tde-29042015-162641
Documento
Autor
Nome completo
Viviane Dias Alves Portela
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Vieira, Bianca Carvalho (Presidente)
Lopes, Eymar Silva Sampaio
Machado, Reinaldo Paul Pérez
Título em português
Avaliação da vegetação como indicadora de áreas suscetíveis a escorregamentos na Serra do Mar em Caraguatatuba (SP)
Palavras-chave em português
Caraguatatuba
Escorregamentos
Índices de vegetação
Sensoriamento remoto
Serra do Mar
Vegetação
Resumo em português
Apesar de a vegetação ser considerada fator controlador de escorregamentos, os estudos que a discutem como indicador destes processos são escassos. O sensoriamento remoto, por meio dos índices de vegetação, apresenta potencial ainda não explorado para subsidiar os estudos entre vegetação e escorregamentos. Assim, o objetivo deste trabalho é avaliar a vegetação como indicador de áreas suscetíveis a escorregamentos. A área escolhida para a pesquisa é o trecho da Serra do Mar no município de Caraguatatuba, litoral norte do Estado de São Paulo. A escolha desta área remete ao evento de 1967 no qual houve escorregamentos generalizados nas escarpas da Serra do Mar que culminaram em inúmeras mortes e perdas materiais. Para a realização da pesquisa foram gerados os índices de vegetação NDVI, Simple Ratio, ReNDVI, VIg e PSRI. Os índices de vegetação foram correlacionados às cicatrizes de escorregamentos e com os seguintes parâmetros topográficos: declividade, hipsometria, orientação de vertentes e curvatura em planta. Para isso foi utilizada a distribuição da razão de área afetada por cicatrizes em cada índice de vegetação (Vcic). Os resultados demonstraram que os índices de vegetação foram eficientes ao identificar as áreas com cicatrizes além de aludir que a maior densidade de vegetação visualizada pelo NDVI e, o menor estresse hídrico indicado pelo ReNDVI, podem ter refletido fatores controladores dos escorregamentos que podem ou não estar associados às características da vegetação. Para os índices de vegetação NDVI, Simple Ratio e ReNDVI foi identificada uma relativa independência da variação do Vcic em relação aos parâmetros topográficos ao contrário do VIg e do PSRI. Este novo instrumental pode subsidiar e aprofundar as análises para além da interpretação do relevo por modelos digitais de terreno para estudos de suscetibilidade a escorregamentos contribuindo para aumentar a acurácia dos resultados.
Título em inglês
Evaluation of vegetation as an indicator of landslide susceptibility in the Serra do Mar in Caraguatatuba (SP)
Palavras-chave em inglês
Caraguatatuba
Landslides
Remote sensing
Serra do Mar
Vegetation
Vegetation index
Resumo em inglês
Although the vegetation is considered a landslides factor controller, there are few studies that discuss it as an indicator of these processes. Remote sensing from vegetation indexes has been appointed as under explored to support the studies about vegetation and landslides. The aim of this study is to evaluate the vegetation as an indicator of landslides susceptible areas. The chosen research area is a section of the Serra do Mar mountain range in Caraguatatuba city, in the northern coast of São Paulo. The choice of this area refers to the 1967 event in which there were widespread landslides on the slopes of the Serra do Mar with numerous deaths and material losses. The following vegetation indexes were generated: NDVI, Simple Ratio, ReNDVI, VIg and PRSI. Vegetation indexes were correlated with the landslide scars and with the topographic parameters: slope angle, elevation, slope aspect and curvature in plan. For this reason it was used the distribution of the area affected by scars in each vegetation index (Vcic). The results showed that the vegetation indexes were effective in identifying areas with landslide scars, as well as alluding to the highest density of vegetation recognized from NDVI and the lower water stress indicated by ReNDVI may have reflected as controlling factors of landslides that may or may not be associated with the characteristics of the vegetation. It was noticed for the vegetation indexes NDVI, Simple Ratio and ReNDVI a relative independence of Vcic variation in relation between topographic parameters unlike VIg and PRSI.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-05-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.