• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2016.tde-11012016-143102
Documento
Autor
Nome completo
Bruna Luiza Pereira de Jesus
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Lombardo, Magda Adelaide (Presidente)
Luchiari, Ailton
Silva Filho, Demóstenes Ferreira da
Título em português
A relação entre a temperatura radiométrica de superfície (Land Surface Temperature-LST), índice de vegetação (Normalizes Diference Vegetation Index-NDVI) e os diferentes padrões de uso da terra do município de São Paulo
Palavras-chave em português
Geotecnologias
Land surface temperature (LST)
Normalized difference vegetation index (NDVI)
Padrões de uso da terra
Resumo em português
Esse trabalho tem como objetivo compreender as relações entre a Land Surface Temperature (LST), Normalized Difference Vegetation Índex (NDVI) e os padrões do uso da terra do município de São Paulo no período de 1985 a 2010. Analisou-se 15 bairros, nos quais foram extraídas 45 amostras aleatórias de diferentes padrões de uso da terra; subdivididas em baixo padrão, médio padrão e médio alto padrão. Com o aporte de geotecnologia, foi feita a extração dos dados das imagens de satélite Landsat 5 (TM) e das Ortofotos do ano de 2010. O comportamento das amostras variou de acordo como os diferentes perfis dos grupos analisados. O grupo de baixo padrão foi o que apresentou as maiores amplitudes térmicas, ausência de arborização urbana atreladas a um baixo padrão construtivo. O grupo de médio padrão é caracterizado pela predominância de área verticalizada e apresenta uma arborização urbana escassa em meio a uma malha urbana consolidada. O grupo de médio alto padrão foi o que mais apresentou arborização urbana, distribuída de forma homogênea na maioria das amostras, portanto foi o grupo que teve baixas amplitudes térmicas e o índice de Normalized Difference Vegetation Index (NDVI) com pouca variação. Os testes mostraram fortes correlações negativas entre as amostras de Land Surface Temperature (LST) e o índice de Normalized Difference Vegetation Index (NDVI), sendo -0,58 em 1985, -0,43 em 2004 e -0,82 em 2010. Os diferentes padrões de uso da terra, relacionados à temperatura de superfície, e o índice de vegetação, aliado à preocupação com o planejamento ambiental, deve resultar na melhoria da qualidade de vida da população. Esta pesquisa faz parte do Projeto Temático processo FAPESP 08/58161 -1, "Assessment of Impacts and Vulnerability to Climate Change in Brazil and strategies for Adaptation options", Component 5: Vulnerability of the metropolitan region of São Paulo to climate Change.
Título em inglês
The relationship between surface radiometric temperature (Land Surface Temperature-LST), vegetation index (Normalized Vegetation Index diference-NDVI) and the different land use patterns in São Paulo-SP.
Palavras-chave em inglês
Geotechnology
Land surface temperature (LST)
Normalized difference vegetation index (NDVI)
Patterns of land use
Resumo em inglês
This study aims to understand the relationship between Land Surface Temperature (LST), Normalized Difference Vegetation Index (NDVI) and the patterns of land use in the municipality of São Paulo, from 1985 to 2010. A totoal of 45 random samples were extracted from the 15 districts used in this study, with different patterns of land use which were subdivided into three different clases: low-end, middle and middle-high. Geospatial approaches allowed the extraction of satellite image data from Landsat 5 data (TM) and from Orthophotos from 2010. The behavior of the samples varied accordingly to the different group profiles. The low-end group presented the highest thermal amplitudes and more significant absence of urban vegetation linked, both to low urbanization and construction standards. The average standard group is characterized by the predominance of vertical buildings and lacks urban trees amidst a consolidated urban landscape. The average-high standard group displayed the highest concentration of green urban areas, distributed homogeneously in most samples, so this group presented low variations both in temperature amplitude and in the Normalized Difference Vegetation Index (NDVI). The correlation tests showed strong negative correlations between samples of Land Surface Temperature (LST) and the NDVI samples, of -0.58 in 1985, -0.43 in 2004 and -0.82 in 2010. Understanding the relations between the different patterns of land use, surface temperature and the NDVI (with due concern for environmental planning) is an important step in the identification and rehabilitation of enviromentally. This research is part of the Thematic Project FAPESP 08/58161 -1 process, "Assessment of Impacts and Vulnerability to Climate Change in Brazil and strategies for Adaptation options", Component 5: Vulnerability of the metropolitan region of São Paulo to climate Change.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-01-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.