• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.8.2010.tde-08122010-160733
Documento
Autor
Nombre completo
José Mariano Caccia Gouveia
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2010
Director
Tribunal
Ross, Jurandyr Luciano Sanches (Presidente)
Braga, Roberto
Furlan, Sueli Angelo
Raimundo, Sidnei
Rodrigues, Gelze Serrat de Souza Campos
Título en portugués
A métrica da sustentabilidade na perspectiva da geografia: aplicação e avaliação do Painel da Sustentabilidade (Dashboard of Sustainability) na comunidade quilombola do Mandira - Cananéia/SP
Palabras clave en portugués
Abordagem sistêmica
Comunidades quilombolas
Indicadores de sustentabilidade
Painel da Sustentabilidade
Sustentabilidade sócio-ambiental
Resumen en portugués
A transgressão de determinados limites na apropriação da natureza pela sociedade vem explicitando o impasse na forma como se dá essa relação, levando pesquisadores de diversas áreas do conhecimento a centrar atenção sobre o problema. A diversidade de métodos, correntes ideológicas e pressupostos teóricos que definem tais pesquisas, levam a uma realidade em que, um dos raros pontos de consenso está na necessidade fundamental de uma abordagem interdisciplinar. Dentre todas as ciências, a Geografia, em função das características de seus objetos e métodos específicos, é aquela que reúne os melhores recursos teórico-metodológicos para abordar a questão de uma forma mais abrangente e integrada. Um dos conceitos fundamentais na análise das intervenções humanas, e das conseqüências destas sobre o ambiente é sustentabilidade. Diante da ampla gama e diversidade de abordagens sobre o tema, torna-se necessário definir critérios a partir dos quais seja possível mensurar a dimensão da relação custo/benefício das diferentes formas de intervenções humanas sobre o ambiente, sob as perspectivas sociais, econômicas e ambientais. Neste sentido, configura-se como fundamental a definição de indicadores de sustentabilidade e de métodos de avaliação desses indicadores, de forma a permitir estabelecer análises comparativas que possibilitem gerar subsídios para tomadas de decisões e, com isto, conduzir a uma relação mais equilibrada entre sociedade e natureza. O trabalho objetivou, através de uma abordagem sistêmica, verificar de que maneira a Geografia pode contribuir na busca de soluções para esses problemas. Buscou-se como objetivo principal, aplicar uma metodologia para a mensuração da sustentabilidade sócio-ambiental, dentro de uma perspectiva sistêmica, através de um modelo de avaliação e integração de indicadores de sustentabilidade. A premissa central em que se apoiou a pesquisa consistiu na concepção de que as análises sócio-ambientais e, portanto, as relações sociedade-natureza sejam elas sustentáveis ou não -, podem ter sua funcionalidade apreendida e até mensurada na perspectiva sistêmica. Procurou-se, como hipótese central, responder à questão: É possível mensurar a sustentabilidade sócio ambiental de uma comunidade tradicional, aplicando variáveis e parâmetros utilizados em metodologias de avaliação de sustentabilidade propostos internacionalmente, a serem aplicados no âmbito das nações? Na busca de respostas a essa questão, optou-se pela aplicação do modelo para a métrica de sustentabilidade denominado Painel da Sustentabilidade (Dashboard of Sustainability) na Comunidade Quilombola da Reserva Extrativista do Mandira, localizada no Baixo Vale do Ribeira do Iguape, com baixa densidade de ocupação e no entorno de diversas unidades de conservação. Tal opção deu-se pelas características peculiares da área, cuja comunidade, apresenta um histórico recente de organização e luta, que resultou, entre outras conquistas, na criação da Reserva Extrativista do Mandira, única Unidade de Conservação Federal com esse diploma legal no estado de São Paulo. O trabalho demonstrou diversas limitações do modelo utilizado quando aplicado à comunidades tradicionais, levando a indagações que resultaram na proposição, em caráter exploratório, de possíveis critérios para a métrica da sustentabilidade, sob a perspectiva geográfica.
Título en inglés
The metric of sustainability from the perspective of geography: application and evaluation of the Sustainability Panel (Dashboard of Sustainability) of the community quilombola Mandira - Cananeia/SP
Palabras clave en inglés
Indicators of sustainability
Quilombo communities
Social and environmental sustainability
Sustainability Panel
Systemic approach
Resumen en inglés
The transgression of certain limits on the appropriation of nature by society is explaining the impasse in how this relationship occurs, leading researchers from different fields of knowledge to focus attention on the problem. The diversity of methods, theoretical and ideological currents that define such research lead to a situation where one of the rare points of consensus is the fundamental need for an interdisciplinary approach. Among all the sciences, geography, depending on the characteristics of their objects and methods, is the one that brings together the best theoretical and methodological resources to address in a more comprehensive and integrated way. One of the fundamental concepts in the analysis of human interventions, and its consequences on the environment is "sustainability." Given the wide range and diversity of approaches to the topic, it is necessary to set criteria from which to measure the extent of cost-effectiveness of different forms of human interventions on the environment, under the social, economic and environmental perspectives. In this sense, appears as basic the definition of sustainability indicators and assessment methods of these indicators in order to allow comparative analysis to generate information to enable decision making and, thus, lead to a more balanced relationship between society and nature. The study aimed, through a systemic approach, at verifying how Geography can contribute to finding solutions to these problems. We sought the main objective, to apply a methodology for measuring social and environmental sustainability, within a systemic perspective, using a model of evaluation and integration of sustainability indicators. The central premise on which the research was supported was the conception that the socio-environmental analysis and therefore the relationship between society and nature - whether or not sustainable - may have withdrawn its functionality - and even measured - in the systemic perspective. It was, as central hypothesis, to answer the question: Is it possible to measure the environmental and social sustainability of a traditional community, using variables and parameters used in assessment of sustainability methodologies proposed internationally, to be applied within nations? In seeking answers to this question, we chose to apply the model to measure sustainability called "Dashboard of Sustainability" in the Quilombo Community in the Mandira Extractive Reserve, located in the Lower Valley of Ribeira do Iguape River, with low density of occupation and surroundings of various conservation units. This option was given by the peculiar characteristics of the area, whose community has a recent history of organization and struggle, which resulted, among other achievements, in creation of the Mandira Extractive Reserve, the only Federal Conservation Unit with this statute in the state of São Paulo. The study demonstrated several limitations in the model when applied to traditional communities, leading to questions that resulted in the proposition, in an exploratory, of possible criteria for the metric of sustainability, in the geographical perspective.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2010-12-10
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2019. Todos los derechos reservados.