• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2009.tde-05022010-141629
Documento
Autor
Nome completo
Gilson Campos Ferreira da Cruz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Lombardo, Magda Adelaide (Presidente)
Conti, Jose Bueno
Galvani, Emerson
Ortigoza, Silvia Aparecida Guarnieri
Silva Filho, Demóstenes Ferreira da
Título em português
Clima urbano em Ponta Grossa - PR: uma abordagem da dinâmica climática em cidade média subtropical brasileira
Palavras-chave em português
Área urbana
Clima urbano
Planejamento
Ponta Grossa
Técnicas estatísticas
Resumo em português
O ser humano vem provocando mudanças no clima, por meio da transformação da natureza, seja para sua ocupação do espaço, sejam para desenvolver suas atividades. Na medida em que o homem se concentra em determinadas áreas, a pressão sobre os condicionantes naturais aumenta. As cidades constituem um dos melhores exemplos da concentração de pessoas e atividades em um mesmo lugar e também da intensa interferência do homem no ambiente. As mudanças ambientais provocadas pelas ações antrópicas geram consequências a ponto de criar um clima especial, o Clima Urbano. Ao detalhar este clima verifica-se que no contexto da cidade ocorrem diversos microclimas diretamente relacionados com a presença dos elementos que compreende o ambiente produzido pelo processo de urbanização - a área urbana. A intensidade com que o Clima Urbano se faz perceber depende do tamanho da cidade, do modelo de ocupação, das atividades desenvolvidas, número de habitantes e do grau de alterações provocadas no meio ambiente. A área urbana de Ponta Grossa, no estado do Paraná, uma cidade subtropical de 310 mil habitantes, possui relevo irregular, com muitos fundos de vale, com extensa ocupação horizontal que se estende para todas as direções e vertical principalmente no centro, constitui a área de estudo do presente trabalho. Na busca de identificar o clima da cidade de Ponta Grossa, foi desenvolvido trabalho de campo para a produção de dados sobre o clima local, os quais foram tratados através de técnicas estatísticas e com programas de geoprocessamento, que resultou em um vasto material cartográfico, que permitiu fazer algumas inferências importantes sobre o Clima Urbano. As conclusões mostram que o Clima Urbano de Ponta Grossa, como em outras áreas urbanas é condicionado pelas construções, pela circulação de veículos, pela ausência ou presença da arborização urbana e pelos condicionantes naturais, como altitude e a exposição de vertentes. Além disso, as condições climáticas regionais também atuam de forma contundente na cidade, como no caso do avanço das frentes frias, quando da entrada de massas de ar e da ação dos ventos que predominantemente sopram de leste, nordeste e sudeste. Por fim concluiu-se também que ocorre a formação da ilha de calor no centro da cidade, porém com deslocamentos para o sul da cidade, até onde se verifica um processo mais intenso de urbanização, assim como para oeste onde a combinação da urbanização, intensa presença de fundos de vale com a exposição de vertentes de forma predominante para o quadrante norte, favorecem as temperaturas mais elevadas. Por fim, os resultados apontam para o fato de que o estudo do clima urbano de Ponta Grossa pode ser utilizado para o planejamento urbano e revisão do plano diretor, pois há indicativos de que é possível melhorar a qualidade de vida da população de algumas áreas da cidade com um planejamento que leve em consideração as características do clima local.
Título em inglês
Urban climate Ponta Grossa-PR: an approach to climate dynamics in subtropical Brazilian city average
Palavras-chave em inglês
Planning
Ponta Grossa
Statistical techniques
Urban área
Urban climate
Resumo em inglês
The human being has led to changes in climate through the transformation of nature, whether for its occupation of space, is to develop its activities. To the extent that the man is concentrated in certain áreas, pressure on the natural conditions increases. The city is one of the best examples of the concentration of people and activities in one place and also the intense human interference in the environment. Environmental changes caused by human actions generate consequences as to create a special climate, the urban climate. By describing this climate it appears that in the context of the city different microclimates occur directly related to the presence of the elements comprising the environment produced by the process of urbanization - the urban área. The intensity with which the urban climate makes them perceive depends on the size of the city, the model of occupation, the activities developed, number of inhabitants and the degree of induced changes in the environment. The urban área of Ponta Grossa, Parana state, a subtropical city of 310 thousand inhabitants, has irregular relief, with many of the valleys, with extensive occupation horizontal stretching in all directions and especially in the vertical center, is the área study of this work. In seeking to identify the climate of the city of Ponta Grossa, was developed fieldwork for the production of data on local climate, which were treated by statistical techniques and GIS programs, which resulted in an extensive map material, which allowed to make some important inferences about the urban climate. The findings show that the urban climate of Ponta Grossa, as in other urban áreas is affected by the construction, the movement of vehicles, the absence or presence of urban tree planting and by natural conditions such as altitude and exposure of slopes. Moreover, the regional climate conditions also act forcefully in the city, as in the advance of cold fronts, when the entry of air masses and the action of the winds predominantly blow from the east, northeast and southeast. Finally it was felt that there is the formation of heat islands in the city center, but with shifts to the south of the city, even where there is a more intense process of urbanization, and to the west where the combination of urbanization, intensive presence of the valleys with exposure to áreas of predominantly North quadrant to favor the higher temperatures. Finally, the results point to the fact that the study of urban climate of Ponta Grossa can be used for planning and review of the master plan, as there are indications that it is possible to improve the quality of life of the population in some áreas of city with a plan that takes into account the characteristics of the local climate.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-02-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.