• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2008.tde-02122008-174011
Documento
Autor
Nome completo
Jacqueline Myanaki
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Almeida, Regina Araujo de (Presidente)
Abreu, Adilson Avansi de
Almeida, Rosângela Doin de
Pereira, Raul Isidoro
Pontuschka, Nidia Nacib
Título em português
Geografia e Arte no ensino fundamental: reflexões teóricas e procedimentos metodológicos para uma leitura da paisagem geográfica e da pintura abstrata
Palavras-chave em português
Arte abstrata
Ensino
Geografia
Interdisciplinaridade
Paisagem
Resumo em português
O principal objetivo desta pesquisa consiste no estudo, desenvolvimento e aplicação de um conjunto de procedimentos metodológicos introdutórios para leitura e percepção da paisagem geográfica, direcionados ao ensino fundamental. Trata-se de uma proposta de articulação de conteúdos de Arte e Geografia baseada na noção de paisagem como texto não-verbal, cuja organização dos procedimentos de leitura recorre a subsídios da semiótica. Os conteúdos de Arte explorados nesta tese buscam identificar as transformações da noção polissêmica de paisagem, concentrando-se no abstracionismo informal e nas paisagens do pintor brasileiro Antônio Bandeira um dos principais representantes dessa tendência no Brasil a fim de possibilitar um processo alternativo de percepção estética da paisagem. Os conteúdos de Geografia alinham-se principalmente com as pesquisas recentes da Geografia Cultural, que após receberem múltiplas contribuições e influências, tais como da Antropologia, da História, da Filosofia fenomenológica e existencialista, concebe a paisagem como texto e como marca e matriz cultural, principais abordagens nas quais esta pesquisa inspirou-se. Após a reflexão teórica, foi realizado o experimento de uma parcela dos procedimentos metodológicos propostos, com alunos de 7ª série. Os resultados demonstraram que é possível uma mudança na percepção e leitura da paisagem geográfica, quando os modelos de paisagem também são modificados. Verificou-se: abandono da perspectiva e incorporação de vários pontos de vista numa mesma paisagem (visão horizontal, vertical e oblíqua); adição das sensações olfativas, auditivas e táteis; o consentimento da escala afetiva na representação dos elementos; possibilidade de vínculo com o aprendizado das representações cartográficas, dado o caráter abstrato das pinturas de paisagens contemporâneas; a leitura não-verbal como estímulo à expressão verbal; alto grau de interesse dos alunos não só pelos conteúdos desenvolvidos, mas principalmente pelas estratégias envolvendo arte e pintura a guache
Título em inglês
Geography and art in the elementary education: theoretical reflections and methodological procedures for a perception of geographical landscapes and abstract painting
Palavras-chave em inglês
Abstract art
Geography
Interdisciplinary
Landscapes
Teaching
Resumo em inglês
The main objective of this research is the study, development and application of a set of introductory methodological procedures for the study and perception of geographical landscapes in elementary education. It is a proposal for the synchronization of the course content of Art and Geography based on the concept of the landscape as a non-verbal text, whose organization of study procedures relies on semiotic assistance. The Art-related content investigated in this thesis aims to identify transformations of the polyssemic notion of landscapes, focusing on informal abstractism and landscapes painted by the Brazilian painter Antônio Bandeira - one of the foremost examples of this tendency in Brazil - in order to create a feasible alternative process for the esthetic perception of landscapes. Geography content is mainly in accordance with recent research in Cultural Geography, which, upon receiving several contributions and influences, for example from Anthropology, History, and phenomenological and existentialist Philosophy, envisages a landscape as a text and a cultural mark and matrix. This approach was the main inspiration for this research. After theoretical reflection, an experiment was carried out involving a part of the proposed methodological procedures among 7th grade students. The results show that a change in perception and study of geographical landscapes is possible, when the landscape models are also modified. The abandonment of the perspective and incorporation of several points of view into a single landscape (horizontal, vertical and oblique view) was noted; addition of olfactory, audio and touch sensations; the contentment of an affective scale in the representation of elements; the possibility of a connection with the learning of map representations, given the abstract character of contemporary landscape paintings; the non-verbal study as a stimulus to verbal expression; a high-level of interest on the part of students not only in the content developed, but mainly in the strategies involving art and gouache painting
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-12-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.