• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.1994.tde-30092015-112842
Documento
Autor
Nome completo
Esther de Castro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1994
Orientador
Banca examinadora
Hartmann, Thekla Olga (Presidente)
Silva, Marcos Antonio da
Vidal, Lux Boelitz
Título em português
O Cesto Kaipó dos Krahó: uma Abordagem Visual
Palavras-chave em português
Cultura material
Tecnologia indígena
Trançados indígenas
Resumo em português
Esse estudo objetiva mostrar a inserção sistemática do cesto do tipo Kaipó na sociedade Krahó. Paralelamente sugere um meio de abordagem dos artefatos através do desenho de observação e da reconstrução técnica. Sugere, ainda, o uso do desenho de observação como meio de comunicação dos processos tecnológicos dos artefatos. A análise dos aspectos visuais e estruturais da coleção de cestos Kaipó do acervo do Museu Paulista forneceu dados etnográficos. São 51 exemplares coletados por Harald Schultz e Vilma Chiara nas aldeias Krahó entre as décadas de 40 a 60. Na atualidade dos Krahó não confeccionam o cesto Kaipó. Assim, alguns dados etnográficos foram relacionados a diversos aspectos sociais e culturais dessa etnia, através da pesquisa de campo e da bibliografia pertinente. Outros dados etnográficos remetem a questões, especialmente os trançados específicos desse tipo de cesto - os enfeites - e a seleção de trançados que adotavam frente a um leque de possibilidades suas conhecidas. O cesto Kaipó expressava com seu trançado em diagonal de buriti um mesmo princípio dual ordenador do mundo Krahó. 106 .O cesto Kaipó explicitava aliança social entre parentes afins adquiridos via a relação marido-esposa. O cesto kaipó guardava os bens particulares de uma esposa - iguarias, miudezas e coco-debabaçu - os quais eram consumidos por outras pessoas, mas tendo a sua proprietária como mediadora. De modo claro, as miudezas e o coco-de-babaçu são matéria-prima para a elaboração do corpo humano; através do corte dos cabelos, da depilação, dos adornos e do ato de colorir a pele a mulher constrói aspectos da pessoa Krahó, sejam outras mulheres, crianças e principalmente homens. Essa característica do cesto permanece em uso: recipientes - latas circulares de folhas de flamdres - de tamanhos aproximadamente iguais aos Kaipó são usados com a mesma finalidade e com o mesmo gestual dos antigos Kaipó.
Título em inglês
The basketry Kaipó of indiens Krahó: a visual investigation
Palavras-chave em inglês
Indígenous tecnology
Indígenous Weave
Material culture
Resumo em inglês
Não informado pelo(a) autor(a).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-09-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.