• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Klaus Wernet
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Hikiji, Rose Satiko Gitirana (Presidente)
Macedo, Valéria Mendonça de
Magnani, Jose Guilherme Cantor
Silva, Salomão Jovino da
Toni, Flávia Camargo
Título em português
Forró e Rap Guarani: parcerias e conhecimentos no fluxo das festas
Palavras-chave em português
Etnomusicologia
Políticas indígenas
Prática musical Guarani
Resumo em português
Com base em trabalho de campo, principalmente junto às bandas de rap e forró formadas por indígenas Guarani, o investimento da pesquisa foi compreender as redes de relações tecidas por estas bandas por meio da prática musical. A etnografia se debruça sobre o musicar, tradução do conceito musicking criado por Christopher Small. Sob este prisma, não só a execução musical é objeto de atenção, mas todas as outras formas de engajamento com a música. A prática musical não ocorre no vácuo, ela necessita de uma rede de relações para efetivamente se instaurar. A multiplicidade de formas de engajamento musical constrói localidades, parcerias, ampliação de conhecimentos e posiciona os músicos como ponto de referência na comunidade. A prática musical surge como um elemento significativo nas mais distintas interações sociais. Inicialmente, a tese analisa as novas produções tecnológicas de comunicação e os aspectos históricos que impulsionaram sua propagação e popularização pelo globo terrestre. Com estas tecnologias, que proporcionam maior interatividade, os músicos se interconectam em redes. A localidade é fortemente ancorada em relações de parceria com agentes que não necessariamente se encontram próximos fisicamente. Entretanto, alguns aspectos de afinidade sedimentam as relações entre os agentes que participam do "musicar", indicam desejos e condições sociais compartilhadas, ou pelo menos próximas. Destes encontros heterogêneos, conexões se instauram entre práticas, pessoas e locais distintos. Um fluxo de informação que se converte em conhecimento entra em cena, ampliando canais de comunicação entre os músicos e seus interlocutores, indígenas ou não.
Título em inglês
Forró and Rap Guarani: partnerships and knowledge in the flow of parties
Palavras-chave em inglês
Ethnomusicology
Guarani musical practice groups
Indigenous policies
Resumo em inglês
Based on fieldwork, especially with the bands of rap and forró formed by indigenous Guarani, the research investment was to understand the networks of relationships woven by these bands through the practice of music. Ethnography focuses on the "musicar", translation of the concept "musicking" created by Christopher Small. In this light, not only musical execution is the object of attention, but all other forms of engagement with music. Musical practice does not take place in a vacuum, it needs a network of relationships to effectively establish itself. The multiplicity of forms of musical engagement builds localities, partnerships, expansion of knowledge and positions musicians as a point of reference in the community. Musical practice emerges as a significant element in the most distinct social interactions. Initially, the thesis analyzes the new technological productions of communication and the historical aspects that impelled its propagation and popularization by the terrestrial globe. With these technologies, which provide greater interactivity, musicians interconnect in networks. The locality is strongly anchored in partnership relations with agents who are not necessarily physically close. However, some aspects of affinity sediment relations between the agents who participate in the "musicar", indicate desires and social conditions shared, or at least nearby. From these heterogeneous encounters, connections are established between different practices, people, and places. A flow of information that becomes knowledge enters the scene, expanding channels of communication between the musicians and their interlocutors, indigenous or otherwise.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-05-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.