• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2011.tde-15092011-132335
Documento
Autor
Nome completo
Jorge Mauricio Herrera Acuna
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Schwarcz, Lilia Katri Moritz (Presidente)
Peixoto, Fernanda Arêas
Thomaz, Omar Ribeiro
Título em português
Entre rodas de capoeira e círculos intelectuais: disputas pelo significado da capoeira no Brasil (1930-1960)
Palavras-chave em português
Bahia
Capoeira
Estado
Folclore
Identidade nacional
Intelectuais
Mestiçagem
Resumo em português
O objetivo desta dissertação é analisar como a capoeira baiana passou a ser imaginada como símbolo de identidade brasileira por intelectuais e capoeiristas entre as décadas de 1930 e 1960, buscando responder a duas questões principais: quais foram os aspectos que levaram alguns intelectuais do período a se debruçarem sobre a capoeira baiana, selecionando para isso, certos traços, especialmente sua característica musical, na busca de interpretá-la como um símbolo de identidade regional e nacional? Como alguns dos principais capoeiristas baianos exploraram as relações e interpretações destes intelectuais e representantes do poder, confirmando ou contrariando suas idéias? A abordagem segue, principalmente, o método bibliográfico e explora um amplo conjunto de fontes produzidas pelas pessoas que são o foco da análise. Destacam-se, deste repertório, obras literárias e de cunho científico, entrevistas, reportagens, memórias, depoimentos, epístolas, filmes, documentários e discos. Parte dos documentos analisados, como os registros das canções da capoeira, periódicos, as trajetórias de alguns dos intelectuais e capoeiristas foram organizados em séries cronológicas. A abordagem teórica inspirou-se em trabalhos que enfatizaram a compreensão da ação social e criativa dos sujeitos diante das coerções e limites impostos por disposições de poder. Estudos que se detiveram sobre a construção simbólica da pureza africana, identificando seus usos e abusos foram importantes guias, assim como reflexões em torno das disputas pela hegemonia cultural ou sobre as relações entre elites e membros das classes populares. Ao mesmo tempo, a reconstrução das trajetórias de alguns personagens centrais contribuiu para estabelecer importantes vínculos entre as dimensões cultural e política das escolhas individuais. A par da diacronia, procuramos explorar também aspectos sincrônicos das relações entre os sujeitos envolvidos, analisando, por exemplo, a ampla penetração do tema da capoeira em múltiplas formas de expressão cultural. Os resultados da análise apontam para uma descrição pormenorizada de como intelectuais e representantes do Estado passaram a imaginar e se apropriar das manifestações populares como símbolos de identidade regional e nacional. Identificamos que entre estes dois grupos sociais indicados as ações não eram tão homogêneas, como poderiam parecer, o que também era verdade no caso dos capoeiristas, para os quais as estratégias se revelaram muito diferenciadas e criativas. A conclusão deste trabalho demonstra que a capoeira baiana, popularizada num período de apropriação massiva das manifestações populares por parte do Estado, também foi passível de se constituir em estratégia cultural, capaz de fazer a diferença para as pessoas que a produziam, deslocando assim disposições de poder. Nas inúmeras batalhas em que estiveram envolvidos, capoeiristas, intelectuais e outros atores procuraram garantir ou deslocar posições, sem deixar de tentar conciliar a imaginação que tinham da capoeira, com as outras expectativas envolvidas na disputa. Lutas e artes de encontro e desencontro.
Título em inglês
Between capoeira and intellectual circles: disputes over the meaning of capoeira in Brazil
Palavras-chave em inglês
Bahia
Capoeira
Folklore
Intellectuals
Mixed-race
National identity
State
Resumo em inglês
The aim of this thesis is to analyze how Bahias capoeira started to be imagined as a symbol of Brazilians identity by intellectuals and capoeira players between the decades of 1930s and 1960s trying to answer two main questions: which were the aspects that motivated some intellectuals from this period to study Bahias capoeira, thereby selecting some features, especially the music aspect, in the search to interpret capoeira as a symbol of regional and national identity? How some of the most influential Bahias capoeira players explored the relations and interpretations of these intellectuals and power authorities, confirming or refuting their ideas? The study follows mainly the bibliographic method and explores a wide range of source material and resources produced by the people who are the focus of this thesis. From these resources we can outline literary and scientific works, interviews, newspaper reports, memories, testimonies, epistles, correspondence, movies, documentaries and music records. Parts of the documents analyzed, such as capoeira songs and magazines, and the trajectory of some of the intellectuals and capoeira players, were organized in a chronological series. The theoretical approach was inspired by works that put their emphasis on the comprehension of the social activism and the creativity of the actors in front of coercion and limits imposed by power mechanisms. Works that looked at the symbolical construction of African purity, identifying its uses and abuses were important guides as well as reflections about disputes for cultural hegemony or about the relationships between the elite and members of popular classes. At the same time the reconstruction of the trajectory of some of the main characters contributed to establishing an important link between the cultural and the political dimension chosen by some individuals. Using the diachrony, the authors also searched to explore some synchronic aspects of the relations between the individuals involved, analyzing, for example, the wide penetration of the capoeira theme in various forms of cultural expressions. The results of this analyses point to a detailed description of how the intellectuals and States representatives began to imagine and to appropriate the popular manifestations as symbols of regional and national identity. We have identified that between these two social groups the actions were not as homogenous as it may have looked, as it were also true in the case of the capoeira players to whom the strategies revealed to be more creative and diversified. The conclusion which this work demonstrates is that the Bahias capoeira, popularized in a period of massive appropriation of the popular manifestations by the State, was also able to constitute itself as a cultural strategy, able to make the difference to people who were producing it, shifting in this manner power dispositions. In the innumerable battles that capoeira players, intellectuals and other actors were involved, they tried to maintain or shift status, always trying to harmonize the imagination they had about capoeira with the perspectives of others involved in the dispute. Fight and art of encounter and separation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-09-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.