• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2014.tde-15042015-153748
Documento
Autor
Nome completo
Julio Cesar Talhari
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Frúgoli Junior, Heitor (Presidente)
Goldstein, Ilana Seltzer
Hikiji, Rose Satiko Gitirana
Título em português
Cultura e sociabilidade no museu de arte: etnografia dos visitantes da Pinacoteca do Estado
Palavras-chave em português
Agência social
Análise situacional
Cultura material
Museus
Sociabilidade urbana
Resumo em português
Esta pesquisa analisa, do ponto de vista etnográfico, os visitantes da Pinacoteca do Estado, em São Paulo. Embora seja o museu de arte mais antigo da cidade, a Pinacoteca se encontra, junto a outras instituições culturais da região da Luz, no meio de processos de revitalização por meio da cultura. Tais processos fazem parte de fenômenos urbanos globais que vêm redefinindo o papel dos museus no contexto urbano e relacionando-os com processos econômicos mais abrangentes. No entanto, a presente pesquisa busca um afastamento das análises que entendem os museus como parte de uma cultura de consumo e vê seus frequentadores apenas como consumidores. Contudo, não se propõe aqui uma antropologia do consumo, que em que pese a notável superação de uma abordagem moral do tema se baseia numa ruptura entre sujeito e objeto e compreende as relações materiais apenas como formas de representação de classificações e divisões culturais mais profundas de grupos sociais. Tenta-se, na verdade, compreender o comportamento dos visitantes da Pinacoteca em suas formas de sociabilidade, bem como a relação desses visitantes com os objetos de arte tendo como base uma perspectiva antropológica da arte e da cultura material. Tal perspectiva permite conceber as obras de arte como pessoas, o que dinamiza e complexifica as relações com objetos materiais. Assim, analisa-se, situacionalmente, as relações dos visitantes da Pinacoteca de modo que, por meio das obras de arte e dos laços de sociabilidade, as interações sociais possam ser ampliadas e, em vez de ocasião para distinção simbólica e social, a visita possa ser entendida como oportunidade de construção pessoal.
Título em inglês
Culture and sociability at the Art Museum: ethnography of the visitors of Pinacoteca do Estado
Palavras-chave em inglês
Material culture
Museums
Situational analysis
Social agency
Urban sociability
Resumo em inglês
This research analyzes, from an ethnographic point of view, the visitors of Pinacoteca do Estado, in São Paulo. Although it is the oldest art museum in the city, the Pinacoteca is, along with other cultural institutions in the region of Luz, amid processes of revitalization through culture. These processes are part of global urban phenomena that come redefining the role of museums in the urban context and relating them to broader economic processes. However, this research seeks a departure from the analyses that understand museums as part of a culture of consumption and see their visitors only as consumers. Nevertheless, it is not proposed here an anthropology of consumption in spite of the remarkable overcoming of a moral approach to the subject which is based on a split between subject and object and understands the material relations only as forms of representation of deeper classifications and cultural divisions of social groups. Actually, we try to understand the behavior of Pinacotecas visitors in their forms of sociability, as well as the relationship of these visitors with the objects of art based on an anthropological perspective of art and material culture. This perspective allows conceiving artworks as people, which dynamizes and complexifies relations with material objects. Thus, we analyze, situationally, the relationship of the Pinacotecas visitors so that by works of art and the bonds of sociability, social interactions can be expanded and instead of occasion for symbolic and social distinction, the visit can be understood as an opportunity for personal construction.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-04-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.