• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2010.tde-07122010-144829
Documento
Autor
Nome completo
Pedro Augusto Lolli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Moises, Beatriz Perrone (Presidente)
Andrello, Geraldo Luciano
Barbosa, Gabriel Coutinho
Dawsey, John Cowart
Gallois, Dominique Tilkin
Título em português
As redes de trocas rituais dos Yuhupdeh no igarapé Castanha, através dos benzimentos (mihdttd) e das flautas Jurupari (Ti')
Palavras-chave em português
Alto rio Negro
Benzimento
Pessoa
Ritual
Xamanismo
Yuhupdeh
Resumo em português
Este trabalho decorre de uma experiência etnográfica entre os Yuhupdeh, na região do alto rio Negro (ou Noroeste Amazônico). Essa região se caracteriza por possuir um sistema social que abarca três grandes famílias lingüísticas: Tukano Oriental, Aruak e Maku. Os Yuhupdeh (Maku) ocupam no sistema regional a posição de mais baixa hierarquia. A experiência buscou compreender aspectos do xamanismo, através de práticas relacionadas à doença e ao ritual. Para tanto, adotou dois focos etnográficos. O primeiro, dirigiu-se a situações em que os benzimentos de cura e de proteção são executados, e o segundo, às situações em que se realizou o dabucuri (festa de oferta de alimentos) com uso das flautas Jurupari (Tí). Os benzimentos de cura e proteção são fórmulas verbais onde o trabalho do benzedor se revelou como sendo o de composição de pessoas. O dabucuri com o uso das flautas Jurupari (Tí) é um ritual conduzido pelo benzedor, que pode incluir a iniciação masculina ou simplesmente a exibição das flautas. Nesse rituais, o trabalho do benzedor se apresenta como sendo o de composição de grupos. Em ambos os casos, os procedimentos são análogos.
Título em inglês
The networks of ritual exchange of the Yuhupdeh in the Castanha creek, through the blessings (mihdttd) and Jurupari flutes (Ti')
Palavras-chave em inglês
Person
Ritual
Shamanism
Spell
Upper Rio Negro
Yuhupdeh
Resumo em inglês
The present work derives from an ethnographical experience among the Yuhupdeh, in the Upper Rio Negro region (Northwest Amazonia). The region is distinguished by a social system which includes three linguistic families: EasternTukanoan, Aruak and Maku. The Yuhupdeh (Maku) occupy the lowest hierarchical position in the regional system. The experience aims at understanding certain aspects of shamanism, through praxis related to disease and ritual, adopting two ethnographical focus. First, events of performed healing and protection benzimentos (spells) and second, events of performed dabucuri (give-food ritual) with Jurupari (Tí) flutes. Protection and healing benzimentos are verbal formulæ in which the benzedor appears as a composer of persons. The dabucuri with Jurupari flutes is a ritual conducted by the benzedor, which may include male initiation or simply be an exhibition of the flutes. In these rituals, the benzedor appears as a composer of groups. In both cases, his procedures are analogous.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
2010_PedroLolli.pdf (2.44 Mbytes)
Data de Publicação
2010-12-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.