• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2010.tde-02082010-191204
Documento
Autor
Nome completo
Florencia Ferrari
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Schwarcz, Lilia Katri Moritz (Presidente)
Cardoso, Sergio
Goldman, Marcio
Gomes, Ana Maria Rabelo
Marques, Ana Claudia Duarte Rocha
Título em português
O mundo passa. Uma etnografia dos calon e suas relações com os brasileiros
Palavras-chave em português
Ciganos
Etnicidade
Identidade
São Paulo
Sociedades complexas
Resumo em português
Esta tese é uma etnografia de uma rede de parentes de ciganos Calon que se espalha por todo o estado de São Paulo. O intuito é compreender como vivem esses Calon, e, mais especificamente, como criam socialidade no mundo dos brasileiros. O cotidiano calon é englobado por uma noção fundamental que diferencia calons e gadjes (não ciganos): a vergonha - um valor moral que organiza ideias de puro/impuro, sujo/limpo, ancoradas no corpo feminino. Fazer-se calon é produzir e mostrar vergonha, em um processo constante de diferenciação em relação aos brasileiros, impuros. A tese explora como a concepção da vergonha se liga à viagem, à língua, ao ser ativo, ao viver apoiado, ao ser parente, e às conceitualizações de tempo e espaço, criando uma socialidade calon no meio de nós, os gadjes.
Título em inglês
The world is going: an ethnography of Calon and its relations with the Brazilians
Palavras-chave em inglês
Complex societies
Etnicity
Gypsies
Identity
São Paulo
Resumo em inglês
This dissertation is an ethnographic account of a Calon Gypsy kinship network that spreads throughout the state of São Paulo, in Brazil. The aim of this work is to understand how these Calon live and create sociality out of a Brazilian world. A fundamental category differentiates Calon from gadje (non Gypsies): vergonha (shame) - a moral value that organizes ideas of purity and impurity, anchored in the female body. In order to make oneself Calon one must produce and show shame, in an ongoing process of differentiation from the gadje. The thesis explores native categories of travel, language, being active, being supported, as well as conceptualizations of time and space, that inform how Calon create sociality among us, the gadjes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-08-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.