• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2015.tde-02062015-171045
Documento
Autor
Nome completo
Alexandre Oviedo Gonçalves
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Montero, Paula (Presidente)
Mariano, Ricardo
Silva, Aramís Luis
Título em português
Flexibilizando estéticas, restringindo sexualidades: disputas de agentes pela demarcação do religioso
Palavras-chave em português
Justificação
Práticas discursivas
Redes
Religião
Sexualidade
Resumo em português
O objetivo geral desta pesquisa consistiu em analisar, por meio das práticas discursivas de atores ligados a uma organização paraeclesiástica denominada Tribal Generation, os posicionamentos tomados por determinados agentes a fim de se justificarem enquanto protestantes legítimos. Nossa questão volta-se para a compreensão das condições necessárias para uma igreja existir e se legitimar enquanto tal. Esta questão nos auxilia na análise das disputas sobre a tipificação do que seria igreja, revelando os parâmetros de sua construção discursiva enquanto forma legítima, termo êmico que reitera o que pode ser entendido como igreja e, consequentemente, como religião. Para compreendermos tais questões, procuramos estruturar esta dissertação em dois planos. O primeiro plano consistiu em mapear uma rede de atores, igrejas, ministérios e escolas dominicais a partir da Tribal Generation, organização que atua a partir de uma plataforma virtual e que traz como proposta estimular um modelo inclusivo de igrejas, com lideranças mais flexíveis frente à diversidade contemporânea. Partimos do pressuposto de que, independentemente das formas eclesiológicas e evangelísticas adotadas pelas igrejas vinculadas a esta organização, o conteúdo doutrinário permanece conservador em relação ao uso discursivo dos textos que compõem a bíblia. O segundo plano versou sobre o mapeamento de uma sub-rede de atores, igrejas e escolas de missões parceiras da organização Tribal Generation que têm como foco a evangelização e conversão de indivíduos que se identificam como homossexuais. Esta rede pastoral da sexualidade, categoria que empregamos para circunscrever a sub-rede, nos ajudou a compreender como o uso discursivo de inclusão e diversidade não necessariamente positiva a homossexualidade como identidade sexual legítima. Tais categorias, junto às propostas de novas formas de atuação eclesiológicas e evangelísticas, colocam em disputa a própria legitimidade dos atores. Essa disputa, conforme abordaremos, é empreendida no campo da sexualidade, evidenciando distintas formas discursivas em interação.
Título em inglês
Flexing aesthetic, restricting sexualities: disputes agents for demarcation of religious
Palavras-chave em inglês
Discursive practices
Justification
Networks
Religion
Sexuality
Resumo em inglês
The objective of this research is to analyze, through the discursive practices of actors linked to a parachurch organization called Tribal Generation, positions of certain agents to justify themselves as legitimate Christians. Our question turns to the understanding of the conditions necessary for a church to exist and to legitimize as such. This question helps us to analyze the disputes over the classification of what would be the church, revealing the parameters of their discursive construction as a 'legitimate' way emic term that reiterates what can be understood as a church and, consequently, as a religion. To understand these questions, we try to structure this thesis in two planes. The first plan was to map a network of actors, churches, ministries and missionary schools from the Tribal Generation, an organization that acts as a virtual platform that brings and as a proposal "to encourage an inclusive model of churches with more flexible leadership facing the contemporary diversity". Assume assumption that the doctrinal content remains "conservative" about the discursive use of texts that make up the bible. The second plan was about the mapping of a sub-network of actors, churches and missionary schools that focus on the "evangelization and conversion" of individuals who identify themselves as homosexual. This "pastoral network of sexuality" category we use to circumscribe the subnet, helped us understand how the discursive use of "inclusion and diversity" does not necessarily positive homosexuality as a legitimate sexual identity. These categories, along with proposals for new forms of ecclesiological and outreach activities, call into dispute the legitimacy of the actors. This dispute is undertaken in the field of sexuality, showing distinct discursive forms in interaction.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-06-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.