• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2015.tde-31072015-110738
Documento
Autor
Nome completo
Rafael Silva Gargano
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Chaui, Marilena de Souza (Presidente)
Kossovitch, Leon
Souza, Herivelto Pereira de
Título em português
Algo escapa: o figural na filosofia de Jean-François Lyotard
Palavras-chave em português
Estética
Figural
Lyotard
Marxismo
Política
Psicanálise
Resumo em português
Esta pesquisa sustenta a hipótese de que o conceito do figural, amplamente desenvolvido pelo filósofo Jean-François Lyotard em sua tese de doutorado Discours, Figure de 1971, possui raízes mais arcaicas do que as colocadas em marcha pela discussão estética. Sem suplantar a importância do conceito para a estética, nossa hipótese buscará nos primeiros trabalhos publicados e em arquivos inéditos do autor a ideia de que as questões fundamentais que o conceito busca resolver já estavam colocadas desde 1954, e essas questões eram de cunho político. Assim, buscamos retraçar o caminho que vai da crise do marxismo e da problemática da relação entre teoria e prática ao problema da relação da arte com a política. Mostraremos também que a ponte que uni esses dois momentos é construída através da teoria psicanalítica freudiana. Podemos afirmar que este trabalho constitui-se como uma gênese do conceito do figural.
Título em inglês
Something evades: the figural in the philosophy of Jean-François Lyotard
Palavras-chave em inglês
Aesthetic
Figural
Lyotard
Marxism
Political
Psychoanalyse
Resumo em inglês
This research supports the hypothesis that the concept of figural, largely developed by the philosopher Jean-François Lyotard in his 1971s doctoral thesis Discours, Figure has roots more archaic than those put in motion by the aesthetic discussion. Without supplanting the importance of the concept for the aesthetic, our hypothesis will examine the first published works and unpublished author's archives the idea that the fundamental questions that the concept seeks to address were already in place since 1954, and these issues were political in nature. Thus, we seek to retrace the path from the crisis of Marxism and the issue of the relationship between theory and practice to the problem of the relashionship between art and politics. We also will show that the bridge that unite these two moments is constructed through Freudian psychoanalytic theory. We can say that this work is constituted as a genesis of the figural concept.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-07-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.