• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Caio Sarack de Mello
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Suzuki, Marcio (Presidente)
Fabbrini, Ricardo Nascimento
Gentil, Hélio Salles
Silva, Anderson Gonçalves da
Título em português
Rebelião e expressão: o itinerário de Ernesto Sábato
Palavras-chave em português
América Latina
Existência
Expressão
Filosofia
Literatura
Narrativa
Resumo em português
A partir dos rastros de leitura do escritor Ernesto Sábato, este trabalho tem a intenção de produzir uma imagem mais nítida da experiência intelectual do autor argentino. Suas influências filosóficas (Sartre e Camus, mais especificamente) e literárias (Borges como figura paradigmática) formam o tecido mesclado de seus ensaios e ficções de modo que, à luz de suas apropriações, esperamos deixar algumas orientações para o leitor que queira achegar aos temas fulcrais de Sábato. Questões como existência e transcendência, alteridade e solidão tomam forma e corpo nas suas novelas e nos seus ensaios, e os enfrentamos em três passos: o embate estético com o conterrâneo Jorge Luis Borges, no primeiro capítulo; as aderências de Sábato à obra de Jean-Paul Sartre e Albert Camus e as distorções que faz delas, no segundo; e, finalmente, uma leitura cerrada da sua primeira novela O Túnel. O confronto entre Borges e Sábato visa a explorar os desafios destes escritores se colocarem na cena literária nacional e seu papel de relevância ou não no cânone, bem como o enfrentamento ético da produção artística, sua relação com a história sóciocultural nacional e até mesmo com os dilemas ideológicos que marcaram o breve século XX. Sartre e Camus surgem como parceiros de guerra; a filosofia existencial, que coloca o homem no centro de suas atividades e fundando sua convivência com outros tantos homens, é face de uma filosofia que, ao encontrar a particularidade da América Latina, reconhece novas tensões e Sábato atravessa de contradições as premissas dessa mesma filosofia. Ao fim, encontramo-nos num experimento de leitura: O Túnel, primeira publicação de ficção do argentino, aparece como objeto-modelo de um modo de fazer literatura que se estenderá por toda a vida literária e crítica do autor. Desta maneira, acreditamos ser possível expressar a rebelião estética (e política) do itinerário crítico de Sábato.
Título em inglês
Rebellion and expression: Ernesto Sabatos itinerary
Palavras-chave em inglês
Existence
Expression
Latin America
Literature
Narrative
Philosophy
Resumo em inglês
After the legacy of Ernesto Sábatos work, thus set of essays aims to elaborate on the literacy and philosophical path followed by the Argentinean author throughout his career a a novel writer and literary criticism essayist. In orfer to fuldill that task, we follow the steps of thinkers such as French philosophers J-P Sartre and Albert Camus, and also the outstanding Argentinean Jorge Luis Borges. Out of Sábatos own interpretation of his influences we intend to discuss philosophical and literary matters taken by the author himself as crucial ones in his process of writing Existence and Transcendence, Otherness and Solitude are embedded in his novels and essays. Those concepts will guide us towards three steps: debates on aesthetics with his compatriot Jorge Luis Borges; assimilation and distortions of J-P Sartres and Camus philosophic thinking; and the close reading of his first novel The Tunnel. The examination of the controversy between Sábato and Borges is a means to explore their ascending the Argentinean literary scene and their relevance in literature canon, as well as the discussion about the ethical approach concerning art and the artistic object in general. In addition to that, we propose an examination of the relationship of Argentineans and their social, cultural and historical background, including their views on the 20th century ideological dilemmas, in wich Sartres and Camus concepts about existentialism put men as the core (and goal) of their actions and their relation to other men philosophic point of view which reachs Latin America, where it takes a new character. Finally, the close reading of The Tunnel presents a model of a new way of writing and, mainly, an original kind of literary form, one which from these on is going to accompany Sábato throughout his live and work. Our general idea is to disclose the aesthetic (and political) rebellion of Ernesto Sábatos journey on literary fiction and criticism.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-05-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.