• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2005.tde-29052006-201930
Documento
Autor
Nome completo
Ana Carolina Soliva Soria
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Cacciola, Maria Lucia Mello de Oliveira (Presidente)
Cardoso, Irene de Arruda Ribeiro
Monzani, Luiz Roberto
Título em português
"Do indivíduo à cultura: um estudo sobre Freud"
Palavras-chave em português
Cultura
Fantasia
Freud
Indivíduo
Pulsão
Resumo em português
Esse estudo tem como propósito mostrar como é possível avançar, na teoria freudiana, das pulsões para o desenvolvimento infantil, deste para a psicologia das neuroses e, tendo estes pontos como um tripé de sustentação, passar para a teoria da cultura. Partimos da análise preliminar da teoria pulsional, a fim de mostrar como elas, que têm como fonte o corpo, ganham representação psíquica. Em seguida, analisamos como a circulação pulsional, inicialmente apoiada no corpo, segue uma ordem no desenvolvimento infantil e como, a partir deste desenvolvimento, surgem as diferentes instâncias psíquicas - Eu, Isso e Sobre-Eu. Depois, mostramos como a fixação em uma etapa do desenvolvimento das instâncias psíquicas pode desencadear uma enfermidade – seja ela uma neurose de transferência ou uma neurose narcísica. E finalmente, investigamos como as etapas do desenvolvimento pulsional infantil e os diferentes tipos de enfermidades já estão em nós fixados como esquemas congênitos, determinados em uma época arcaica da espécie humana, e repetidos nas vivências individuais.
Palavras-chave em inglês
Culture
Drive
Freud
Individual
Phantasy
Resumo em inglês
This study has the purpose of showing the possibility of making advances in the Freud's work, from drive’s theory to the children's development, then from this one to the neurosis psychology, considering these three issues as the tripod of sustenance, passing to the cultural theory. Starting with the preliminary analysis of the drive’s theory, to show how they, which have as a source the body, get psyche representation. Next the drive’s circulation is going to be analysed, at first based on the body, followed by the children's development and from this development the different agencies psyches come up (ego, id and super-ego). Then, we are going to show how the fixation on one of the stages of the development of the psyche agency can bring about a disease - it may be a transference neurosis or a narcissistic neurosis. And finally, we're going to look into the stages of drive’s development in children and the different kinds of diseases which are already part of our congenital schema, which are determined in human beings' ancient times, and repeated in individual existences.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Dissertacao.pdf (469.48 Kbytes)
Data de Publicação
2006-08-01
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • SORIA, Ana Carolina Soliva. Do indivíduo à cultura : um estudo sobre Freud. Jundiaí : Paco, 2011.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.