• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2018.tde-18012018-120546
Documento
Autor
Nome completo
Daniel Valente Pedroso de Siqueira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Repa, Luiz Sergio (Presidente)
Melo, Rurion Soares
Segatto, Antonio Ianni
Título em português
Habermas e a crítica da razão instrumental: um estudo sobre a Teoria da Ação Comunicativa
Palavras-chave em português
Racionalidade
Razão comunicativa
Razão instrumental
Reconstrução crítica
Reificação
Resumo em português
O presente trabalho é o resultado dos estudos realizados sobre a reconstrução das investigações empreendidas por Habermas acerca da gênese da crítica da razão instrumental, as quais estão contidas no quarto capítulo do primeiro tomo de sua Teoria da Ação Comunicativa. O percurso realizado parte de uma breve apresentação sobre o exercício da racionalidade na modernidade e como as mudanças histórico-sociais implicaram em mudanças teóricas acerca da leitura sobre o exercício da racionalidade. Seguidamente a isto, buscou-se recuperar a conceitualização habermasiana sobre racionalidade, a qual permitiu compreender suas críticas à teoria da racionalização social de Weber; as investigações sobre as teses weberianas ensejam proporcionar a compreensão da análise que Habermas realizou sobre a crítica da razão instrumental a partir da apropriação do marxismo ocidental de Lukács, o qual assumiu a racionalização social como um processo de reificação, visto que, de acordo com Habermas, esta foi a leitura que proporcionou a Horkheimer e Adorno elaborarem uma crítica da razão instrumental que buscou atestar a existência de um mundo totalmente administrado e sem perspectivas de emancipação. O percurso trilhado no presente trabalho recupera a discussão habermasiana de que a perspectiva discursiva assumida pela Teoria Crítica da primeira metade do século XX se enredou em aporias insolúveis por ter assumido que a crise da razão seria resultante do exercício unilateral do modelo cognitivo-instrumental de razão nas modernas sociedades capitalistas.
Título em inglês
Habermas and the critique of instrumental reason: A study of Theory of Communicative Action
Palavras-chave em inglês
Communicative reason
Critical reconstruction
Instrumental reason
Rationality
Reification
Resumo em inglês
The current work is the result of the studies undertaken about the preambles of the investigations realized by Habermas about the root of his own critique of instrumental reason, restricted to the fourth chapter of the first volume of his Theory of Communicative Action. The main course taken over here starts with a briefly presentation about rationality and its exercises in Modernity and how the sociological-historical changes boosted into a theoretical change about the development of rationality. After that, the current work aims to recover the Habermasian conceptualization of rationality, which might allow an understanding of his criticism over Webers theory of social rationalization. Habermass investigations on Webers theses aims to provide a further understand of his analysis of his critique of instrumental reason from the Lukacss Western Marxism appropriation of Webers theory, which recognized social rationalization as a reification process. For sure it is close to Habermass thought that this theoretical course allowed Horkheimer and Adornos elaboration of their critique of instrumental reason that sought to attest the existence of an entire administered world with no prospects of emancipation. The path assumed over the current work aims to recover the Habermasian discussion which affirms that the Critical Theory of early XX Century is enclosed into insoluble aporias since it was assumed a crisis of reason in a so large scale, resulted from an unilateral exercise of the cognitive-instrumental reason in modern capitalist societies.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-01-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.