• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2018.tde-14062018-092737
Documento
Autor
Nome completo
Antonio Mario David Siqueira Ferreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Chaui, Marilena de Souza (Presidente)
Leone, Alexandre Goes
Oliva, Luís César Guimarães
Rocha, Mauricio de Albuquerque
Título em português
Sui juris, fortunae juris: ensaio sobre ontologia e história em Espinosa
Palavras-chave em português
Espinosa
História
Ontologia
Resumo em português
Na Introdução, discute-se o estatuto da linguagem em Espinosa e a maneira pela qual se interpreta a obra. A primeira parte, dedicada à ontologia, contém quatro capítulos: a crítica de Espinosa aos filósofos (capítulo 1), a refutação do finalismo (capítulo 2), a teoria da causalidade (capítulo 3), a centralidade da noção de ordem (capítulo 4). O Apêndice da primeira parte versa sobre o conceito de regra de vida. A segunda parte é dedicada à concepção de história em Espinosa e compreende três capítulos: o conceito de multitudo (capítulo 1), o trabalho na gênese da vida comum (capítulo 2); a revolta popular (capítulo 3). No Apêndice da segunda parte discute-se a noção de democracia. Na conclusão procura-se mostrar de que maneira o conceito de história em Espinosa está ligado ao problema da igualdade/desigualdade.
Título em inglês
Sui Juris, Fortunae Juris: essay about ontology and history in Spinoza
Palavras-chave em inglês
History
Ontology
Spinoza
Resumo em inglês
In the Introduction, it is argued the status of language in Spinoza and the way in which it is interpretad the work. The first part, dedicated to ontology, contains four chapters: Spinozas critical analysis of the philosophers (chapter 1), the refutation of finalism (chapter 2), the theory of causality (chapter 3) and the centrality of the notion of order (chapter 4). The Appendix of the first part is about the concept of rule of life. The second part is dedicated to Spinozas conception of history, and comprises three chapters: the concept of multitudo (chapter 1), the work on the genesis of life in common (chapter 2) and the popular revolt (chapter 3). In the Appendix of the second parte it is discuted the notion of democracy. In the Conclusion it is attempted to show the way the concept of history in Spinoza is linked with the problem of equality/unequality.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-06-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.