• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2018.tde-13072018-130157
Documento
Autor
Nome completo
Letícia Olano Morgantti Salustiano Botelho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Fabbrini, Ricardo Nascimento (Presidente)
Azevedo, José Fernando Peixoto de
Redondo, Tercio Loureiro
Título em português
Engajamento e refuncionalização social do teatro: um debate entre Benjamin e Brecht
Palavras-chave em português
Benjamin
Brecht
Engajamento
Política
Teatro
Resumo em português
Este trabalho pretende reconstituir o debate entre Benjamin e Brecht durante a década de 1930 em torno da relação entre recursos formais e engajamento político na produção teatral brechtiana do período do fim da República de Weimar. Para isto, realizaremos um estudo de textos e montagens de determinadas peças, buscando trazer à tona, então, questões presentes nos comentários teóricos e interpretações realizadas pelos autores. O percurso deste trabalho divide-se em quatro partes. Primeiramente, nas duas partes iniciais, trataremos da crítica de Brecht à instituição teatral em seu teor ideológico e do início do desenvolvimento de seu projeto de refuncionalização social do aparelho produtivo teatral, bem como do papel da técnica neste contexto, valorizado por Benjamin. Para isso, realizaremos, inicialmente, uma reconstituição do panorama estético-político do período histórico e trataremos dos experimentos com A Ópera dos Três Vinténs e Ascensão e Queda da Cidade de Mahagonny. Em seguida, voltaremo-nos à peça radiofônica e ao Processo dos Três Vinténs, assim como, buscando aprofundar-nos na peça de aprendizagem, analisaremos o caso da peça A Medida. Em uma terceira parte, realizaremos um estudo da peça Um Homem é um homem, central para tal debate e tomada por Benjamin como modelo do teatro épico. Por fim, abordaremos o debate dos autores acerca da parábola em Kafka, a ser confrontada, então, com o trabalho brechtiano com a parábola. Pretende-se mostrar que se há, nas primeiras partes mencionadas, uma grande aproximação das perspectivas dos autores, nas duas últimas partes deste trabalho surgem, sobretudo em torno de uma tensão, de um conflito de compreensões entre a esfera gestual e a forma da parábola, diferentes interpretações do potencial crítico e da efetividade política do teatro épico. As divergências relacionam-se, em última instância, a diferentes compreensões dos vínculos entre arte e política, bem como a diferentes noções de dialética.
Título em inglês
Engagement and social refunctioning of the theatre: a debate between Benjamin and Brecht
Palavras-chave em inglês
Benjamin
Brecht
Engagement
Politics
Theatre
Resumo em inglês
This work aims to reconstruct the debate between Benjamin and Brecht in the 1930's on the relation between formal resources and political engagement in Brecht's theatre works during the end of the Weimar Republic. To achieve so we will carry out a study of texts and staging of plays, with a view to surface then issues present in theoretical comments and interpretations by the authors. The path followed by this work is divided in four parts. In the first two parts we will deal with Brecht's critique to theatre as institution in its ideological content and with the beginning of the development of his project for social "refunctioning" of the theatrical production apparatus, in addition to the role of technique within this context, which is valued by Benjamin. In order to do so we will firstly reconstruct the aesthetical and political panorama of the historical period and consider the experiments with The Threepenny Opera and Rise and Fall of the City of Mahagonny. Subsequently, we will focus on the radio play and on The Threepenny Lawsuit, as well as on his "learning play" The Measures Taken. On a third part we will study the play Man equals Man, capital to such debate and understood by Benjamin as "a model for epic theatre". Finally, we will tackle the author debate as regards the use of parables by Kafka, which is to be compared to the use of parables by Brecht himself. It is intended to show that if at first there is a great approach of the authors' prospects, in the last two parts of this work, different interpretations of the critical potential and the political effectiveness of epic theatre appear, especially around a tension, linked to a conflict of understandings between the gestural sphere and the form of the parable. The divergences are related, ultimately, to the different understandings of links between art and politics, as well as to the different notions of dialectics.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.