• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2006.tde-08012008-100954
Documento
Autor
Nome completo
Carlos Eduardo de Oliveira
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Estevao, Jose Carlos (Presidente)
Barbosa Filho, Balthazar
Novaes Filho, Moacyr Ayres
Santos, Ernesto Perini Frizzera da Mota
Santos, Luiz Henrique Lopes dos
Título em português
A realidade e seus signos: as proposições sobre o futuro contingente e a predestinação divina na lógica de Guilherme de Ockham
Palavras-chave em português
Contingência
Futuros contingentes
Lógica
Ockham
Predestinação
Resumo em português
A "Exposição de Guilherme de Ockham para o Perihermenias de Aristóteles (i.e., o Sobre a Interpretação)" traz um problema para "a verdade os teólogos": de acordo com Aristóteles, a proposição hipotética que contém um par de contraditórias sobre a mesma coisa futura e contingente não é verdadeira nem falsa de modo determinado - uma vez que nenhuma de suas contraditórias é verdadeira ou falsa de modo determinado. Sendo assim, antes que aquilo que é enunciado aconteça, ninguém pode saber com certeza a verdade ou a falsidade de proposições sobre o futuro contingente. Os teólogos, entretanto, não podem admitir essa conclusão: a revelação nos diz que Deus sabe, com toda certeza e desde a eternidade, que parte da contradição será determinadamente verdadeira ou falsa. Para Ockham, a solução desse problema parece conter desde uma abordagem especial da formulação lógica desta questão até o reconhecimento de uma certa limitação do conhecimento humano. É a análise dessa solução o que pretendemos mostrar no trabalho que se segue.
Título em inglês
The reality and its signs: the propositions about the future contingent and the divine predestination in Guilherme de Ockham' s logic
Palavras-chave em inglês
Contingency
Future contingents
Logic
Ockham
Predestination
Resumo em inglês
The "William of Ockham's Exposition on the 'Perihermenias' of Aristotle (i.e., the Aristotelian De Interpretatione)" brings a problem "to the truth and to the theologians": according to Aristotle, the hypothetical proposition which contains a pair of contradictories related to the same future contingent thing is neither determinately true nor determinately false - once none of their contradictories are neither determinately true nor determinately false. Therefore, before that thing happens, nobody can know with certainty the truth or the falsity of any proposition about future contingent things. Theologians, however, cannot accept this conclusion: the faith teaches that God knows, with certainty and from eternity, which part of that pair of contradictories is determinately true or determinately false. In Ockham's view, the solution of this argument seems to pass by a special approach of the logical view of this question and by the assumption of limits for the human knowledge. It's on the analysis of this solution that the present work is related.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-02-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.