• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2006.tde-07012008-094725
Documento
Autor
Nome completo
Antonio Ianni Segatto
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Terra, Ricardo Ribeiro (Presidente)
Nobre, Marcos Severino
Repa, Luiz Sergio
Título em português
Racionalidade do entendimento: um estudo sobre a pragmática kantiana de Jürgen Habermas
Palavras-chave em português
Filosofia contemporânea
Filosofia moderna - Alemanha
Immanuel Kant (1724-1804)
Jürgen Habermas
Resumo em português
O propósito deste trabalho é examinar a constituição sistemática e histórica da teoria da linguagem de Habermas. Seguindo as indicações do próprio Habermas, segundo as quais essa teoria constitui-se como uma "pragmática formal apoiada em Kant", uma "pragmática formal de herança kantiana" ou, ainda, um "kantismo lingüístico", analisamos em um primeiro momento a maneira como ela promove a convergência de duas linhagens filosóficas aparentemente inconciliáveis: a filosofia kantiana e da virada lingüística. Dito de uma maneira mais específica, analisamos a maneira como ela atualiza o motivo da "transformação pragmática da filosofia kantiana", central para a segunda linhagem. Em seguida, comentamos a exposição da teoria da linguagem na década de 1970, quando esta assume a forma de uma teoria da competência comunicativa, associada a uma teoria da verdade como consenso. Por fim, comentamos as modificações que Habermas propõe para sua teoria sobretudo na década de 1980, mostrando como ele procura responder às críticas a que foi submetido.
Título em inglês
Understanding´s racionality: a study about "Kantian formal pragmatics" of Jürgen Habermas
Palavras-chave em inglês
Contemporary philosophy
Immanuel Kant (1724-1804)
Jürgen Habermas
Modern philosophy - Germany
Resumo em inglês
The aim of this work is to examine the systematic and the historical constitution of Habermas's theory of language. By following his own suggestions, according to which it constitutes itself as a "formal pragmatics tied to Kant", a "Kantian formal pragmatics" or a "linguistic Kantianism", we analyze at the first moment how it promotes the convergence of two apparently incompatible philosophical lineages: the Kantian philosophy and the linguistic turn. More specifically, we analyze how it up dates the motive of the "pragmatic transformation of Kantian philosophy", fundamental for the second lineage. Later on, we comment on the presentation of the theory of language in the 1970s, when it assumes the form of a theory of communicative competence, associated to a consensus theory of truth. Finally, we comment on the modifications that Habermas proposes to his theory mainly in the 1980s, showing how he tries to respond to the criticism to which he had been exposed.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-01-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.