• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.1995.tde-03072002-101335
Documento
Autor
Nome completo
Ruy Sardinha Lopes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1995
Orientador
Banca examinadora
Arantes, Otila Beatriz Fiori (Presidente)
Costa, Ina Camargo
Favaretto, Celso Fernando
Título em português
A imagem na era de sua reprodutibilidade eletrônica.
Palavras-chave em português
Arte Contemporânea
Capitalismo Contemporâneo
estética
imagem eletrônica
imagem sintética
novas tecnologias
pós-modernismo
videoarte
Resumo em português
A acolhida que as imagens eletrônicas e sintéticas vêm recebendo por parte da crítica é reveladora de um novo otimismo tecnológico e abre espaço para a discussão sobre as conseqüências das novas tecnologias sobre a sociedade. Fala-se, em relação a estas imagens, de um novo regime de visibilidade e de um novo imaginário – numérico – que transgride nossos códigos perceptivos e cognitivos e nossa relação simbólica com o mundo. Contudo, a desvinculação destes sistemas imagéticos de qualquer prática social mais ampla e da produção imagética que as antecedeu – especialmente a pintura, a fotografia e o cinema – é ilusória. Em muitos casos, os elementos apontados como marcas de ruptura são muito mais a potencialização de questões já presentes na história da arte do que a constituição de um novo sistema representativo. A potencialidade aberta por estes novos processos de enunciação da imagem deve, portanto, ser pensada a partir de uma perspectiva mais longa, inserida na lógica cultural do Capitalismo contemporâneo. Com isso, na esteira das colocações de Walter Benjamin e de Adorno, trataremos de ver o que as configurações sociais contemporâneas e o advento das novas tecnologias fazem com a arte, situando as imagens eletrônicas dentro das relações de produção de seu tempo.
Título em inglês
The image in the age of electronic reproduction.
Palavras-chave em inglês
Aesthetic
Art Contemporary
Capitalism contemporary
electronic image
new technologies
post-modernism
synthetic image
videoart
Resumo em inglês
The welcome that electronic and synthetic images have from the critique reveals a new technological optimism and gives room to the discussion of the consequences of the increasing interference of new technologies in society. Related to these images, is discussed a new regime of visibility and a new imaginary – run by numbers – that transgresses our perceptive and cognitive codes and our symbolic relation with the world. However, the well- known idea of an epistemic breach between the new images and the previous image production systems (in particular painting, photography and cinema) is illusory. Very often, the elements presented as marks of the rupture are in a great deal more the enhancement of questions already present in art history than the constitution of a new representational system. The open possibility created by these new processes of enunciation of image must, therefore, be interpreted from a wider perspective, rooted in the cultural logic of contemporary Capitalism. Thereby, following the path of Walter Benjamin and Adorno, we shall try to see what the contemporary social configurations and the advent of new technology do to art, placing the electronic images inside the productive relations of its time.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
tde.pdf (393.97 Kbytes)
Data de Publicação
2002-08-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.