• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2008.tde-02122008-171150
Documento
Autor
Nome completo
Luiz Marcos da Silva Filho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Novaes Filho, Moacyr Ayres (Presidente)
Silva, Franklin Leopoldo e
Storck, Alfredo Carlos
Título em português
A definição de populus n'A cidade de Deus de santo Agostinho: uma controvérsia com Da república de Cícero
Palavras-chave em português
amor
civitas
história
justiça
populus
res gestae
Res publica
virtude
Resumo em português
No livro XIX dA cidade de Deus, Agostinho refuta as definições ciceronianas de res publica e populus, fundamentadas na justiça, e reformula-as segundo uma concepção de amor. Tal empreendimento revela não somente as concepções distintas de justiça dos dois autores. Com efeito, ao ter de recusar as definições segundo o direito, Agostinho a um só tempo as compreende a partir de conceitos seus, tais como natureza, pecado, graça, virtude, tempo e eternidade, presença e transcendência, que se articulam e se constituem ao longo dA cidade de Deus juntamente com o conceito de amor. Nesse sentido, um conjunto de pressupostos subjaz à rejeição agostiniana das definições ciceronianas. Trata-se, aqui, de examinar o plano geral das obras Da república, de Cícero, e A cidade de Deus, de Agostinho, para compreender a irredutibilidade de suas filosofias entre si e por que Agostinho precisou redefinir aqueles termos políticos.
Título em inglês
The definition of populus in The city of God, of Augustine: a controverse with Cicero's On the Republic
Palavras-chave em inglês
civitas
history
justice
love
populus
res gestae
Res publica
virtue
Resumo em inglês
In The city of God, book XIX, Augustine refutes the ciceronian definitions of res publica and populus, founded on justice, and redefines both terms according to a conception of love. Such an enterprise reveals not only the authors distinct conceptions of justice. As a matter of fact, in having to critique the definitions according to the law, Augustine simultaneously understands them through concepts of his own, such as nature, sin, grace, virtue, time and eternity, transcendence and presence, which articulate and constitute themselves throughout The city of God along with the concept of love. Thus, a set of presuppositions underlies the authors rejection of the ciceronian definitions. This study aims, therefore, at examining the general plan of both authors works Ciceros On the Republic; Augustines The city of God in order to understand the irreducibility of their philosophies and why Augustine needed to redefine those political terms.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-12-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.