• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2018.tde-05112018-162642
Documento
Autor
Nome completo
Camila Gui Rosatti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Barros, Sergio Miceli Pessoa de (Presidente)
Arruda, Maria Arminda do Nascimento
Jackson, Luiz Carlos
Lanna, Ana Lucia Duarte
Rubino, Silvana Barbosa
Título em português
Casas burguesas e arquitetos modernos: condições sociais de produção da arquitetura paulista
Palavras-chave em português
Arquitetura moderna
Clientela
Encomenda
Lina Bo Bardi
Mobiliário
Paulo Mendes da Rocha
Residência
São Paulo
Vilanova Artigas
Resumo em português
A proposta da tese é investigar um grupo geracional de arquitetos ligados à Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo. O grupo, que formou uma linhagem com trunfos e oportunidades para controlar sua reprodução institucional, foi classificado por seus propagadores como "Escola Paulista" ou "Escola Brutalista", designação que dá ênfase a um programa estético reconhecido pela geometria concisa e pela austeridade da matéria-prima. A radicalidade formal e o compromisso social constituíram o mito de origem dessa linguagem, elementos ressaltados no processo de canonização dos arquitetos, celebrados em instâncias nacionais e internacionais. A análise privilegiou as trajetórias de Lina Bo Bardi, Vilanova Artigas e Paulo Mendes da Rocha, com a intenção de identificar os fatores que contribuíram para a viabilidade dessas carreiras. Buscou-se, sobretudo, situar as condições sociais dessa produção na trama de relações entre arquitetos, clientes, divulgadores e instituições. Enfatizase que, dependentes do mecenato privado, eles projetaram e mobiliaram residências de uma parte da burguesia ilustrada paulistana, grupos com disposições materiais e culturais para arcar com os arrojos formais do grupo. Essas frações emergentes acompanharam os novos andamentos da cultura e exprimiram seus gostos artísticos e posicionamentos políticos também nas formas de morar.
Título em inglês
Bourgeois Houses and Modern Architectes: social production of São Paulo's architecture
Palavras-chave em inglês
Clientele
Furniture
Lina Bo Bardi
Modern architecture
Orders
Paulo Mendes da Rocha
Residence
São Paulo
Vilanova Artigas
Resumo em inglês
This thesis analyzes a generational group of architects connected to the Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (Architecture and Urbanism College of the University of São Paulo). The group, which established a powerful lineage and had unique opportunities to control their institutional breeding, was classified by its disseminators as Paulista School or Brutalist School. The designation emphasizes an aesthetic program recognized by its concise geometry and rugged materials. Formal radicality and social commitment composed the myth of origin of their collective project and language concerning it. Those elements were highlighted in the canonization of the architects of this group, who were celebrated nationally and internationally. The dissertation focuses on the trajectories of Lina Bo Bardi, Vilanova Artigas, and Paulo Mendes da Rocha. The research aims to identify the factors that contributed to the achievement of their careers. Specifically, it aims to understand the social conditions of this production in the web of relations between architects, clients, publishers and institutions. The dissertation demonstrates that these architects (dependent on private patronage) designed and furbished residences belonging to a part of the illustrated bourgeoisie in the city of São Paulo, a social group with sufficient capital and culture to bear the expenses of design boldness. These emerging fractions followed new cultural movements of the time and expressed their taste and political position through their lifestyles, of which architecture and design were an essential part.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.