• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2015.tde-12062015-114259
Documento
Autor
Nome completo
Camila Massaro de Góes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Ricupero, Bernardo (Presidente)
Cevasco, Maria Elisa Burgos Pereira da Silva
Mendez, Alvaro Gabriel Bianchi
Título em português
Existe um pensamento político subalterno? Um estudo sobre os subaltern studies: 1982-2000
Palavras-chave em português
História social
Índia
Subaltern studies
Resumo em português
Essa pesquisa apresenta como objeto central os Subaltern Studies. Trata-se de um grupo de intelectuais que se destacou no estudo da história social e política indiana no final dos anos 1970. O que ligou estruturalmente os intelectuais próximos aos Subaltern Studies, em sua fase inicial, foi a tentativa de reescrever criticamente a história colonial da Índia. Nesse sentido, o esforço do grupo correspondeu a uma busca por tentar resgatar a voz nativa silenciada e extrair novas perspectivas historiográficas e políticas não só do passado, mas da própria fraqueza da sociedade nativa. Protagonizados por autores como Ranajit Guha, Dipesh Chakrabarty, Partha Chatterjee e Gayatri Chakravorty Spivak, se organizou uma série de coletâneas de artigos sobre a história social e política indiana que totalizaram onze volumes compreendidos entre os anos de 1982 e 2000. Amplamente discutidos, os Subaltern Studies passaram a nomear um campo de estudos abrangente, de caráter internacional. Em meio às diversas fontes que confluíram nos subalternistas (marxismo, pós-estruturalismo, pós-colonialismo), se busca aprofundar o estudo sobre as apropriações conceituais feitas pelos indianos. Se enfatizará seu percurso de mudanças e tensões intelectuais e se analisará os limites de sua realização teórica com destaque para a tradução e extensão à experiência latino-americana com os Latin American Subaltern Studies, fundados em 1993.
Título em inglês
Is there a subaltern political thought? A study on the Subaltern Studies: 1982-2000
Palavras-chave em inglês
India
Social history
Subaltern studies
Resumo em inglês
This research has as its subject matter Subaltern Studies. This is a group of intellectuals, who stand out in the social and political Indian history of the late 1970s. Intellectuals close to the Subaltern Studies, in its initial phase, critically tried to rewrite the history of colonial India. In this sense, the group sought to rescue the silenced native voice and extract new historical and political perspectives not only from the past, but also from the weakness of the native society. Performed by authors such as Ranajit Guha, Dipesh Chakrabarty, Partha Chatterjee and Gayatri Chakravorty Spivak, a series of collections of papers were organized on the Indian social and political history that totaled eleven volumes, published between 1982 and 2000. Widely discussed, Subaltern Studies came to suggest a field of extensive studies, of an international character. Among the various sources that converged in subaltern studies (Western Marxism, post structuralism, post colonialism), this research seeks to study the conceptual appropriations made by the Indians. This research will emphasize its changes and intellectual tensions and will examine the limits of his theoretical achievement especially in relation to the translation and extension to the Latin American experience with the Latin American Subaltern Studies, founded in 1993.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-06-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.