• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2008.tde-09102008-175152
Documento
Autor
Nome completo
Petronio de Tilio Neto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Mello, Leonel Itaussu de Almeida (Presidente)
Martin, Andre Roberto
Oliveira, Flávio Rocha de
Scarlato, Francisco Capuano
Soares, Samuel Alves
Título em português
Ecopolítica das mudanças climáticas: o IPCC e o ecologismo dos pobres
Palavras-chave em português
Ecologia política
Ecologismo dos pobres
Ecopolítica internacional
IPCC
Mudanças climáticas
Resumo em português
Este é um trabalho sobre a ecopolítica internacional das mudanças climáticas. Ele trata dos conflitos de interesses entre os Estados no que diz respeito a questões ambientais mais especificamente, no que diz respeito às alterações do clima terrestre. Nas últimas décadas e séculos o ser humano tem alterado a composição da atmosfera, fazendo com que o sistema climático se aqueça e se modifique. Portanto cabe ao ser humano entender o problema, avaliar suas conseqüências e desenvolver medidas de resposta. Para auxiliar nesses esforços na esfera internacional foi criado o IPCC, Painel Intergovernamental sobre Mudança do Clima. Sua função é dar as bases científicas necessárias para a tomada de decisões políticas que afetem o clima. Nesse sentido o IPCC está incumbido de tratar de questões relevantes para a política, sem no entanto interferir na tomada de decisões. Este estudo questiona justamente se o IPCC tem sido neutro como deveria ao expor os impactos das mudanças climáticas e ao apontar possíveis medidas de resposta. O recorte analítico selecionado para investigar essa questão é o Ecologismo dos Pobres, segundo o qual as sociedades humanas seriam marcadas pela desigualdade na distribuição dos benefícios e dos custos ambientais. Observando os relatórios do IPCC sob essa ótica foi possível encontrar indícios de que esse Painel talvez não seja tão neutro do ponto de vista político quanto afirma ser. Talvez ele não seja imune às disputas políticas entre os Estados. Como conseqüência o IPCC pode não ser a alternativa mais eficaz para responder às mudanças climáticas no âmbito internacional
Título em inglês
Ecopolitics of climate change: the IPCC and the environmentalism of the poor
Palavras-chave em inglês
Climate change
Environmentalism of the poor
International ecopolitics
IPCC
Political ecology
Resumo em inglês
This is a study about the international ecopolitics of climate change. It analyses the conflicts of interests among States concerning environmental questions more specifically, concerning changes in the planets climate. Over the last decades and centuries the human being has shifted the composition of the atmosphere, and the whole climatic system is being pushed to warming. For that reason human being is supposed to understand the problem, assess its consequences and develop answer measures. In the international arena the IPCC, Intergovernmental Panel on Climate Change, was created to help in such efforts. The Panels function is to provide the political decisions concerning the climate with the necessary scientific basis. In that sense IPCC is meant to take into account policy relevant questions, but with a policy neutral perspective. This study inquires into IPCCs neutrality when it presents the climate change impacts and when it points out eventual answer measures. The analytical approach selected to investigate this question is the Environmentalism of the Poor. This approach argues that human societies distribute unequally the environmental benefits and costs. From this point of view, analyzing the IPCC reports brings evidence that the Panel may be not so policy neutral as it announces. Maybe it is not immune to political disputes among States. As a result IPCC may be not the most efficient alternative to respond to climate change.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-10-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.