• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Thiago Martimiano do Prado
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2017
Orientador
Banca examinadora
Machado, Sergio Antonio Spinola (Presidente)
Carrilho, Emanuel
Vicentini, Fernando Campanhã
Sotomayor, Maria Del Pilar Taboada
Zanoni, Maria Valnice Boldrin
Título em português
Estudo espectroeletroquímico do ácido acetilsalicílico e ácido salicílico e suas interferências na absorção de ferro in vitro
Palavras-chave em português
ácido acetilsalicílico
ácido salicílico
anemia
espectroeletroquímica
ferro
Resumo em português
Os comportamentos espectroeletroquímicos do ácido acetilsalicílico (AAS) e seu produto de hidrólise, o ácido salicílico (AS), foram estudados em soluções aquosas nas regiões de pH ácido, neutro e alcalino. Resultados para experimentos de voltametria cíclica sugeriram possíveis processos de eletro-oxidação e eletro-redução dos fármacos. O monitoramento do espectro de absorbância na região do UV-vis, simultâneo à medida de carga envolvida na eletrólise, permitiu a identificação de processos redox e o cálculo do número de elétrons envolvidos, aplicando a Lei de Faraday. O fármaco mostrou-se estável em pH ácido, reduziu em pH neutro e oxidou em pH alcalino. Tanto no processo de eletro-redução como na eletro-oxidação, os mecanismos propostos estabelecem o envolvimento de 1 elétron para a identificação de mudanças no nível molecular. Estas foram observadas pelas alterações de espectros de absorbância na região do UV-vis. Técnicas complementares, ressonância paramagnética eletrônica (RPE) e espectroscopia de transmitância FT-IR, foram usadas para a caracterização dos produtos obtidos em experimentos de eletrólise. As respostas espectrofotométricas associadas à processos eletroquímicos permitiram o desenvolvimento de método espectroeletroquímico para a detecção do fármaco em amostras reais contidas em soluções com pH neutro, utilizando a técnica de voltabsormetria derivada linear (DLVA). A interação entre os fármacos e íons de ferro no ambiente do estômago, foi simulada em experimentos in vitro, empregando eletroquímica e espectrofotometria. Na presença do AAS ocorreram interações fracas sem a interferência para a absorção de ferro pelo organismo. Em contrapartida, o AS interagiu formando um complexo estável com o Fe3+, podendo ser apontado como um potencial interferente para a absorção de ferro provocando anemia em indivíduos vegetarianos que fazem uso contínuo deste fármaco.
Título em inglês
Spectroelectrochemical study of acetylsalicylic acid and salicylic acid and its interference over iron absorption in vitro
Palavras-chave em inglês
acetylsalicylic acid
anaemia
iron
salicylic acid
spectroelectrochemistry
Resumo em inglês
The spectroelectrochemical behavior of acetylsalicylic acid (ASA) and its spin off hydrolysis, salicylic acid (SA), were studied in aqueous solutions in the acid, neutral and alkaline pH regions. Results for cyclic voltammetry experiments suggested a possible electro-oxidation and electro-reduction of the drugs. The monitoring of the absorbance spectra in the region of the UV-vis, simultaneously with the measurement of the charge involved in the electrolysis, allowed the identification of redox processes and the calculation of the number of electrons involved applying Faraday's Law. The drug was stable in acid solutions, reduced in neutral and oxidized in alkaline ones. In electro-reduction and electro-oxidation processes, the proposed mechanisms establish the involvement of 1 electron to identify changes at the molecular level. These were observed by changes in absorbance spectra in the UV-vis region. Complementary techniques, electronic paramagnetic resonance (EPR) and FT-IR transmittance spectroscopy were used to characterize the products obtained in electrolysis experiments. The spectrophotometric responses associated to the electrochemical processes allowed the development of a spectroelectrochemical method for the detection of the drug in real samples contained in solutions with neutral pH, using the technique of derivative linear voltabsorptometry (DLVA). The interaction between drugs and iron ions in the stomach environment was simulated in in vitro experiments using electrochemistry and spectrophotometry. In the presence of ASA, weak interactions occurred without interference for the absorption of iron by the organism. On the other hand, AS interacted to form a stable complex with Fe3+ and could be considered as a potential interfering agent for the iron absorption, causing anemia in vegetarian individuals who make continuous use of this drug.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-10-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.