• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.74.2018.tde-23102018-100814
Documento
Autor
Nome completo
Sâmara Turbay Pires
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2018
Orientador
Banca examinadora
Hage, Maria Cristina Ferrarini Nunes Soares (Presidente)
Balieiro, Júlio César de Carvalho
Nepomuceno, Anelise Carvalho
Páfaro, Vanessa
Portugal, Elói dos Santos
Sarto, Cibely Galvani
Título em português
Relação da mensuração ultrassonográfica entre aorta e glândulas adrenais como novo método para estimar normalidade das glândulas adrenais em cadelas hígidas
Palavras-chave em português
Aorta
Cão
Dimensão das adrenais
Ultrassonografia
Resumo em português
A mensuração da glândula adrenal nos cães ainda não está claramente estabelecida de acordo com o peso do animal, havendo uma ampla faixa de normalidade descrita e, além disso, esta não foi relacionada à dimensão da aorta. Este projeto objetivou estabelecer padrão de normalidade de mensuração ultrassonográfica para glândulas adrenais esquerda e direita de cadelas adultas jovens na faixa etária de 1 a 3 anos divididas por porte. A metodologia consiste em verificar se existe relação entre diâmetro da aorta mensurada logo cranialmente à sua trifurcação e a altura do polo caudal da glândula adrenal, na região de maior espessura, em três grupos de peso corporal (porte pequeno, médio e grande). As dimensões do polo caudal das glândulas adrenais direita e esquerda e o diâmetro da aorta, bem como, as relações aorta/adrenal direita e aorta/adrenal esquerda foram avaliadas por dois avaliadores experientes. Os animais foram divididos em grupo 1 (G1) até 10 kg (21 animais), grupo 2 (G2) de 10,1 a 25 kg (22 animais) e grupo 3 (G3) acima de 25,1 a 38 kg (20 animais). A média e o desvio padrão da mensuração do polo caudal da glândula adrenal direita foram de 0,37±0,072 cm (G1), 0,48±0,077 cm (G2) e 0,5±0,048 cm (G3) e da glândula adrenal esquerda de 0,38±0,082 cm (G1), 0,45±0,077 cm (G2) e 0,47±0,073 cm (G3). O diâmetro da aorta 0,52±0,1 cm (G1); 0,78±0,097 cm (G2); 0,94±0,071 cm (G3). Estatisticamente o grupo 2 e o grupo 3 foram semelhantes entre si e significativamente diferentes do grupo 1. Portanto, a mensuração do polo caudal das glândulas adrenais relacionadas ao peso corporal não foi considerada um parâmetro confiável. Os resultados indicaram que, nesse estudo, a relação entre aorta/glândulas adrenais de animais até 10 kg variou de 1,2 a 1,6 e de animais de 10,1 a 38 kg de 1,6 a 2,1. A relação aorta/glândulas adrenais provou ser um ótimo parâmetro para estabelecer mensuração normal das glândulas adrenais e, portanto, sugerido como novo parâmetro a ser utilizado na avaliação ultrassonográfica biométrica das glândulas adrenais. Ao relacionar estruturas do próprio animal, foi estabelecido de forma mais específica para o indivíduo uma relação entre a aorta e glândula adrenal e não mais um valor esperado em uma população normal.
Título em inglês
Relationship between ultrasonographic measurement of aorta and adrenal glands: a new method to define normal adrenal size in healthy female dogs
Palavras-chave em inglês
Adrenal dimension
Aorta
Dog
Ultrasonography
Resumo em inglês
Adrenal gland measurements remain unestablished in dogs since literature reports no consensus regarding to those values according to animal size. There can be seen a wide range of normality and no correlation between adrenal size and the dimension of aorta has yet been described. The present study aims to establish standard values for the ultrasonographic measurement of the right and left adrenal glands, considering 1 to 3-year-old healthy female dogs divided into size categories. Methods consist in verifying the relationship between the diameter of the aorta, measured immediately before its trifurcation, and height of the caudal extremity of the adrenal glands in three different groups according to body weight (small, medium and large dogs. The dimensions of the caudal pole right and left adrenal glands and the aorta, as well as, the aorta/ right adrenal and aorta/left adrenal relations were evaluated by two experienced professionals. Animals weighting up to 10 Kg (n=21) were classified in group 1 (G1); animals weighting from 10,1 to 25 Kg (n=22) were classified in group 2 (G2) and animals weighting 25,1 to 38 Kg (n=20) were classified in group 3 (G3). Mean values and standard deviation of the right adrenal gland were 0,37±0,072 cm (G1), 0,48±0,077 cm (G2) and 0,5±0,048 cm (G3) and for the left adrenal gland, the values were 0,38±0,082 cm (G1), 0,45±0,077 cm (G2) and 0,47±0,073 cm (G3). The values obtained for the aortic diameter were 0,52±0,1 cm (G1); 0,78±0,097 cm (G2) and 0,94±0,071 cm (G3). Groups 2 and 3 were statistically similar and differed from group 1. Therefore, the relationship between the measurement of the caudal extremity of the adrenal glands and the body weight was considered a non-reliable parameter. Results indicated that, in our study, the aorta/adrenal gland ratio ranged from 1,2cm to 1,6cm in dogs with up to 10 Kg and from 1,6cm up to 2,1cm for dogs weighting 10,1 Kg to 38 Kg. The aorta/adrenal gland ratio has proven to be an excellent parameter to establish normal adrenal values and, therefore, this parameter can be used for the biometric investigation of the adrenals, using ultrasound. The correlation between different structures from the same animal, based on the aorta/adrenal gland ratio in the present study, contributed to more accurate values when compared to the general values established for normal populations.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DO9691609SIMP.pdf (349.08 Kbytes)
Data de Liberação
2020-10-23
Data de Publicação
2018-11-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.