• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.74.2014.tde-30032015-145459
Documento
Autor
Nome completo
Renata Maria Consentino Conti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2014
Orientador
Banca examinadora
Zanetti, Marcus Antônio (Presidente)
Gallo, Sarita Bonagurio
Leme, Paulo Roberto
Mendes, Mara Cristina Setti
Roma Junior, Luiz Carlos
Título em português
Efeitos de fontes orgânicas de cobre e enxofre sobre a interação cobre, molibdênio e enxofre na alimentação de ovinos
Palavras-chave em português
Biodisponibilidade
Ceruloplasmina
Suplementação mineral
Resumo em português
O presente trabalho teve como objetivo estudar os efeitos que as fontes orgânicas e inorgânicas de cobre e enxofre possuem na interação cobre-enxofre-molibdênio, estimando a biodisponibilidade de duas fontes de cobre na dieta de ovinos. Para isso, foram utilizados 40 ovinos desmamados, com aproximadamente 3 meses e peso médio 20 kg, distribuídos em 10 tratamentos, sendo: 1) dieta basal; 2) dieta basal contendo 10 mg de molibdênio/kg de MS; 3) dieta basal + 10 mg cobre inorgânico/kg de MS + 0,2% enxofre inorgânico/kg de MS; 4) dieta basal + 10 mg cobre inorgânico/kg de MS + 0,2% enxofre orgânico/kg de MS; 5) dieta basal + 10 mg cobre orgânico/kg de MS + 0,2% enxofre inorgânico/kg de MS; 6) dieta basal + 10 mg cobre orgânico/kg de MS + 0,2% enxofre orgânico/kg de MS; 7) dieta com 10 mg molibdênio + 10 mg cobre inorgânico/kg de MS + 0,2% enxofre inorgânico/kg de MS; 8) dieta com 10 mg molibdênio + 10 mg cobre inorgânico/kg de MS + 0,2% enxofre orgânico/kg de MS; 9) dieta com 10 mg molibdênio + 10 mg cobre orgânico/kg de MS + 0,2% enxofre inorgânico/kg de MS; 10) dieta com 10 mg molibdênio + 10 mg cobre orgânico/kg de MS + 0,2% enxofre orgânico/kg de MS. O experimento teve duração total de 84 dias, sendo realizadas pesagens dos animais nos dias 1, 28, 56 e 84 dias para acompanhamento do desenvolvimento. Foram realizadas também coletas sanguíneas para estudo de teores de cobre, enxofre e molibdênio sanguíneos, teores de glicose, albumina, ureia, colesterol, triglicerídeos, hematócrito e ceruloplasmina. Foram realizadas biópsias do fígado no tempo zero para análises de cobre, enxofre e molibdênio. Ao término do período experimental os animais foram abatidos e colheu-se amostras de fígado e líquido biliar para determinação final dos teores de minerais, bem como acompanhamento do pH e peso das carcaças quente e fria. No terço final do período experimental foi realizado um balanço metabólico para cobre, enxofre e molibdênio, sendo a biodisponibilidade do cobre calculada pela técnica "slope ratio", utilizando-se os teores de cobre hepático. Os parâmetros foram analisados considerando-se a existência de uma estrutura de tratamento fatorial 2 x 2 x 2 (com e sem molibdênio, cobre orgânico e inorgânico e enxofre orgânico e inorgânico) e uma dieta basal e uma basal mais molibdênio, em delineamento inteiramente casualizado. As concentrações de glicose, albumina, ureia, colesterol e hematócrito sanguíneos não sofreram efeito (P>0,05) pela adição de molibdênio ou adição de cobre e enxofre, ou pela interação cobre-enxofre-molibdênio. Entretanto as concentrações de triglicerídeos sanguíneos foram alteradas (P<0,05) pela interação cobre-enxofre, mostrando redução na sua concentração quando da adição de cobre e enxofre nas fontes orgânicas. O peso vivo dos ovinos não foi influenciado (P>0,05) pelos tratamentos, porém o ganho de peso foi influenciado pela interação cobre-enxofre-molibdênio onde se observou redução no ganho de peso com a adição de molibdênio exclusivo e aumento no ganho de peso quando adicionado molibdênio com cobre e enxofre nas fontes orgânicas quando comparados com as fontes inorgânicas. A suplementação de fontes de cobre e enxofre e adição de molibdênio não influenciaram (P>0,05) os valores de pH e peso das carcaças. A presença de molibdênio na dieta diminuiu os teores de ceruloplasmina e a presença e molibdênio exclusivo reduziu as concentrações de cobre no soro dos ovinos, bem como a interação cobre-enxofre-molibdênio com as fontes inorgânicas dos minerais reduziu a ceruloplasmina e cobre no soro. Em contrapartida, a ceruloplasmina mostrou aumento nos níveis quando da administração de enxofre orgânico. Os teores de enxofre sanguíneos não foram influenciados pelos tratamentos. No líquido biliar contatou-se efeito do molibdênio exclusivo sobre os minerais, mostrando redução nas concentrações de cobre e enxofre e aumento na concentração de molibdênio. Os valores hepáticos de cobre e enxofre não foram influenciados (P>0,05) pelos tratamentos, somente o molibdênio hepático mostrou efeito na interação cobre-enxofre-molibdênio. A biodisponibilidade do cobre proteinado (145,09%) foi superior à do sulfato de cobre (100%), independente da fonte de enxofre e na ausência e molibdênio, quando determinado pela regressão múltipla "slope ratio".
Título em inglês
Effects of organic sources of copper and sulfur on interaction copper, molybdenum and sulfur in sheep feeding
Palavras-chave em inglês
Bioavailability
Ceruloplasmin
Mineral supplementation
Resumo em inglês
This research aim to study the effect of organic and inorganic copper and sulfur sources in the interaction copper-sulfur-molybdenum, estimating the bioavailability of two sources of copper in the diet of sheep. For that used 40 weaned sheep at about 3 months of age and weighing 20 kg and distributed in 10 treatments, as follows: 1) basal diet; 2) diet containing molybdenum; 3) basal diet + copper inorganic + sulfur inorganic; 4) basal diet + copper inorganic + sulfur organic; 5) basal diet + copper organic + sulfur, inorganic; 6) basal diet + copper organic + sulfur organic; 7) diet with molybdenum + copper inorganic + sulfur inorganic; 8) diet with molybdenum + copper inorganic + organic sulfur; 9) diet with molybdenum + copper organic + sulfur inorganic, 10) diet with molybdenum + organic copper + organic sulfur. The experimental period lasted 84 days, animal weighing was performed on days 0, 28, 56 and 84 days to monitor its development. Blood collections to study levels of copper, sulfur and molybdenum, concentrations of glucose, albumin, urea, cholesterol, triglycerides, hematocrit and ceruloplasmin were also performed. Liver biopsies were made on zero day for copper, sulfur and molybdenum analysis. At the end of the experimental period, the animals were slaughtered and samples were collected from liver and bile fluid for final determination of mineral, and was measured pH and weight of hot and cold carcasses. At the end of the third experimental period was done a metabolic balance of copper, molybdenum and sulfur. The bioavailability of copper was calculated by "slope ratio" technique, using the concentration of copper in the liver. The parameters were analyzed considering the existence of a factorial structure 2 x 2 x 2 (with and without molybdenum, organic and inorganic copper and organic and inorganic sulphur) and a basal diet and a basal diet plus molybdenum. The concentrations of glucose, albumin, urea, cholesterol and blood hematocrit levels were not affected (P>0,05) by the addition of molybdenum or adding copper and sulfur, or the copper-molybdenum-sulfur interaction. However, blood triglyceride concentrations were changed (P<0.05) by copper-sulfur interaction, with a reduction in their concentration after the addition of copper and sulfur in organic sources. The live weight of the sheep was not affected (P>0,05) by the treatments, but the weight gain was influenced by the interaction copper-molybdenum-sulfur there was a reduction in weight gain with the addition of molybdenum and an increase was observed in the weight gain when added with copper and molybdenum in the organic sulfur sources compared to the inorganic sources. The supplemental sources of copper and sulfur and addition of molybdenum had no effect (P>0,05) on pH values and carcass weight. The presence of molybdenum in the diet reduced the levels of ceruloplasmin and the exclusive molybdenum presence reduced copper concentrations in the serum of the sheep. The copper-molybdenum-sulfur interaction with the inorganic sources of minerals decreased serum ceruloplasmin and copper. On the other hand, there was an increase in ceruloplasmin levels with organic sulfur administration. The blood levels of sulfur were not affected by treatments. Bile liquid was affected by molybdenum, it was a reduction in the concentrations of copper and sulfur with increase in the molybdenum concentration. The copper and sulfur liver levels were not influenced (P>0,05) by treatments, only the liver Molybdenum effect showed on copper-molybdenum-sulfur interaction. The bioavailability of organic copper (145.09%) was higher than that of copper sulphate (100%), irrespective of the source and in the absence and sulfur and molybdenum, as determined by multiple regression slope ratio.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DO1932360COR.pdf (2.02 Mbytes)
Data de Publicação
2015-03-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.