• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.74.2006.tde-29112006-101006
Documento
Autor
Nome completo
Fernanda Alves de Paiva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2006
Orientador
Banca examinadora
Zanetti, Marcus Antonio (Presidente)
Brisola, Marcelo Landim
Franzolin Neto, Raul
Negrao, João Alberto
Rennó, Francisco Palma
Título em português
Avaliação de fontes de selênio para ovinos
Palavras-chave em português
Biodisponibilidade
Glutationa peroxidase
Minerais orgânicos
Ruminantes
Selênio-levedura
Selênio-metionina
Resumo em português
O experimento foi conduzido na FZEA/USP com objetivo de comparar a utilização de fontes orgânicas de selênio (Se) com o selenito de sódio na dieta de cordeiros, pela análise da concentração de Se nos tecidos, da atividade da enzima glutationa peroxidase no fígado, do balanço metabólico e do cálculo da biodisponibilidade. Foram utilizados 40 cordeiros Suffolk, os quais foram submetidos a três fontes e três níveis de Se suplementar por 84 dias. Os tratamentos foram: tratamento 1: sem suplementação; tratamentos 2, 3 e 4: 0,2; 0,8 e 1,4 mg/kg de Se suplementar na forma de selenito de sódio; tratamentos 5, 6 e 7: 0,2; 0,8 e 1,4 mg/kg de Se suplementar na forma de Se-levedura; tratamentos 8, 9 e 10: 0,2; 0,8 e 1,4 mg/kg de Se suplementar na forma de Se-metionina. Foram colhidas amostras de sangue para dosagem sérica de Se e ao final do experimento, os animais foram abatidos para colheita de amostras de fígado, músculo e rim, para determinação dos teores de Se e da atividade da glutationa peroxidase (fígado). Nos últimos cinco dias de experimento foi realizado um balanço metabólico de Se. A biodisponibilidade foi calculada através da técnica “slope ratio”, utilizando como parâmetros a concentração de selênio no fígado, músculo, rim e a atividade da glutationa peroxidase. Não houve efeito da fonte de Se utilizada na ingestão, absorção aparente e retenção de Se, atividade da glutationa peroxidase e nas concentrações de selênio no fígado, rim e soro; porém, as concentrações de selênio no músculo foram maiores nos animais suplementados com fontes orgânicas do que nos outros animais (P<0,0001). A biodisponibilidade de Se no músculo foi maior quando foram utilizadas fontes orgânicas de selênio. O uso de fontes orgânicas de Se promove maior acúmulo de Se no músculo de cordeiros e promoveria maior ingestão de Se por consumidores de carne ovina.
Título em inglês
Evaluation of selenium sources to ovines
Palavras-chave em inglês
Bioavailability
Glutathione peroxidase
Organic minerals
Ruminants
Selenomethionine
Selenoyeast
Resumo em inglês
This research was carried out at FZEA/USP to compare the utilization of organic selenium (Se) sources to sodium selenite in lambs’ diet, through analyses of tissues Se concentrations, liver glutathione peroxidase activity, metabolic balance of Se and bioavailability assay. Forty Suffolk lambs were used and submitted to three sources and three levels of supplementary Se for 84 days. Treatments were: treatment 1: no supplement; treatments 2, 3 and 4: 0.2, 0.8 and 1.4 mg/kg of supplementary sodium selenite-selenium; treatments 5, 6 and 7: 0.2, 0.8 and 1.4 mg/kg of supplementary selenoyeast-selenium; treatments 8, 9 and 10: 0.2, 0.8 and 1.4 mg/kg of supplementary selenomethionine-selenium. Blood samples were taken to Se serum dosage and in the end of the experiment the animals were killed and samples of liver, muscle and kidney were taken to Se concentrations dosage and glutathione peroxidase activity (liver). In the last five days of the experiment, a Se metabolic balance was realized. Bioavailability was calculated by “Slope Ration Assay”, using liver, muscle and kidney Se concentrations and glutathione peroxidase activity as parameters. Se sources did not affect Se intake, apparent absorption and retention, glutathione peroxidase activity and Se concentrations in liver, kidney and serum; however, selenium concentrations in muscle of animals supplied with organic sources were higher than in other animals (P<0.0001). Se bioavailability in muscle was higher when organic Se sources were used. Using organic Se sources provides higher accumulation of Se in lambs’ muscle which would provide higher Se intake to consumers of sheep meat.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DO2376699.pdf (539.08 Kbytes)
Data de Publicação
2006-12-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.