• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.74.2008.tde-29042008-103024
Documento
Autor
Nome completo
Ludmila Camargo Lopes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2008
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Carlos Augusto Fernandes de (Presidente)
Fernandes, Andrezza Maria
Schalch, Edison
Título em português
Composição e características físico-químicas do leite instável não ácido (LINA) na região de Casa Branca, Estado de São Paulo
Palavras-chave em português
Análises físico-químicas
Cromatografia
Estabilidade da caseína
Frações de caseína
LINA
Resumo em português
O objetivo do estudo foi determinar a composição e as características físico-químicas (pH, acidez, estabilidade ao álcool, sólidos totais, gordura, lactose, teor de extrato seco desengordurado e proteína total), contagem de células somáticas (CCS) e as frações de caseína (α-S1, α-S2, β e κ) dos leites identificados como leite instável não ácido (LINA) e de leites estáveis à prova de álcool a 78% (v/v). A amostragem contemplou todas as propriedades leiteiras fornecedoras de leite de um laticínio localizado no município de Casa Branca - Estado de São Paulo, nos meses de março, maio, julho e setembro de 2007. Considerou-se, como critério de identificação de LINA, a amostra de leite de conjunto de cada propriedade que apresentasse instabilidade à prova do álcool a 72% (v/v) e acidez inferior a 18ºD. Do total de amostras instáveis ao teste do álcool a 72% (v/v), 64,77% foram identificadas como LINA. A freqüência de amostras de LINA variou de acordo com o mês de amostragem, indicando uma possível influência sazonal sobre a ocorrência deste problema nos rebanhos analisados. No mês de julho, a incidência de LINA foi maior, coincidindo com o período seco, quando a disponibilidade e a qualidade das forragens são reduzidas. No mês de setembro, época de chuvas em que ocorre maior oferta de forragens de melhor qualidade, a incidência de LINA diminuiu. Em julho, houve um aumento significativo nos níveis de gordura, lactose e CCS, observando-se, porém, uma diminuição significativa nas concentrações de proteína bruta nas amostras. Neste mês, notou-se também uma menor concentração de κ-caseína no LINA, embora as diferenças entre as caseínas α-S1, α-S2, β e κ do LINA e do leite estável não tenham sido significativas nos meses de amostragem. Os resultados evidenciaram que a ocorrência de LINA é freqüente nos rebanhos leiteiros da região estudada, o que pode acarretar perdas significativas à indústria de laticínios e aos produtores devido ao descarte do leite.
Título em inglês
Composition and physical-chemical characteristics of unstable non-acid milk in the region of Casa Branca - São Paulo State
Palavras-chave em inglês
Casein fractions
Casein stability
Chromatography
Physical -chemical analyses
Unstable non-acid milk
Resumo em inglês
The aim of this study was to determinate the composition and the physical-chemical characteristics (pH, acidity, alcohol stability, total solids, fat, lactose, non fat solids and total protein), somatic cells counts (SCC) and casein fractions (α-S1, α-S2, β and κ) of unstable non-acid and stable milks at the alcohol test at 78% (v/v). Samples were collected from all the dairy farms that provide milk to a dairy plant located in Casa Branca - São Paulo State. Sampling procedures were done on March, May, July and September 2007. Milk samples from each dairy farm presenting instability to alcohol test at 72% (v/v) and acidity less than 18ºD were considered as unstable non-acid milk. From the total of unstable samples to alcohol test at 72% (v/v), 64.77% were identified as unstable non-acid milk. The frequency of unstable non-acid milk samples varied according the month of sampling, hence indicating a possible seasonal influence on the occurrence of this problem in the dairy herds studied. On July, the incidence of unstable non-acid milk was higher, coinciding with the dry season, when the quality and availability of forage are reduced. On September, at rainfall season, when the availability and quality of forage are better, the incidence of unstable non-acid milk decreased. There was a significant increase in the levels of fat, lactose and SSC in samples collected on July, although a significant decrease was observed in the concentrations of total protein. In this month, a lower concentration of κ-casein was also noted in unstable non-acid milks. However, the differences between the α-S1, α-S2, β and κ casein of unstable non-acid milk and stable milk were not significant in all sampling months. Results showed that the occurrence of unstable non-acid milk is common in dairy herds in the studied area, which can cause significant losses to the dairy industry and dairy farms due to the discharging of milk.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ME3455730.pdf (471.97 Kbytes)
Data de Publicação
2008-04-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.