• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.74.2007.tde-24042007-085516
Documento
Autor
Nome completo
Teresa Cristina Alves
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2007
Orientador
Banca examinadora
Franzolin, Raul (Presidente)
Gomide, Catarina Abdalla
Soares, Weber Vilas Boas
Título em português
Efeitos de diferentes níveis de milho em grãos moídos (relação proteína:carboidratos não estruturais) em dietas para búfalos sobre o metabolismo no rúmen
Palavras-chave em português
Ácidos graxos voláteis
Bubalinos
Búfalos
Carboidratos não estruturais
Proteína
Resumo em português
As funções metabólicas dos bubalinos ainda não estão bem descritas, como em outros ruminantes e há carência de informação sobre o comportamento digestivo. A sincronização da degradação ruminal de proteína e amido propõe incrementar a produção de proteína microbiana no rúmen e a eficiência de utilização de energia, uma vez que as bactérias ruminais necessitam destes dois elementos disponíveis simultaneamente. Quatro búfalos fistulados no rúmen foram utilizados com objetivo avaliar os efeitos de dietas com diferentes níveis de milho em grãos moídos (0, 22, 37 e 49% na MS) em substituição ao feno de coast-cross, com ênfase na relação proteína:carboidratos não estruturais (1,02; 0,39; 0,30; 0,26), sobre o metabolismo ruminal. Os seguintes parâmetros foram avaliados: ingestão de matéria seca (IMS); degradabilidade da matéria seca e fibra em detergente neutro do feno de coast-cross e da matéria seca e proteína bruta do milho em grãos moído; concentração de amônia; produção de ácidos graxos voláteis (acético, propiônico e butírico); taxa de passagem de líquido; volume ruminal e pH no rúmen. Os animais foram delineados em Quadrado Latino (4x4). Houve aumento linear na IMS com aumento de milho em grãos na dieta. Foram observadas diferenças no metabolismo ruminal envolvendo a produção de ácidos graxos voláteis, pH, taxa de passagem do líquido ruminal e volume do rúmen entre os tratamentos e pouca influência dos tratamentos na produção de amônia e na cinética de degradabilidade ruminal. Os resultados permitiram concluir que, no geral, os bubalinos apresentam boa capacidade tamponante no rúmen com ligeira queda do pH com aumento da ingestão de milho em grãos moídos e que provavelmente os microrganismos ruminais dos búfalos têm boa capacidade em se adaptar a ambientes ruminais com diferentes relações PB:CNE.
Título em inglês
Effect of different levels ground grain corn (relation protein:no structural carbohydrates) in buffalo diets on the rumen metabolism
Palavras-chave em inglês
Buffaloes
Buffalos
No structural carbohydrates
Protein
Volatile fatty acids
Resumo em inglês
The metabolic functions of the buffaloes not yet are well described, as in other ruminants and have information lack on the digestive behavior. The synchronization of the ruminal degradation of protein and starch considers to increase the rumen microbial protein production and the efficiency of energy use, since the rumen bacteria needs of these two available elements simultaneously. Four rumen fistulated buffalos were used with objective to evaluate the effect of diets with different levels of ground grain corn (0, 22, 37 and 49% in the DM) in substitution to the coast-cross hay, with emphasis in the relation protein:no structural carbohydrates (1,02; 0,39; 0,30; 0,26) on the ruminal metabolism. The following parameters had been evaluated: dry matter intake (DMI); DM and NDF degradability of DM and NDF of the coast-cross hay and DM and CP of the ground grain corn; ammonia concentration; production of volatile fatty acids (acetic, propionic and butyric); outflow rate; ruminal volume and rumen pH. The animals were delineated in Latin Square (4x4) experiment. There was linear increase in the DMI with increasing level ground grain corn in the diet. Differences in the ruminal metabolism were observed involving the production of acid VFA, pH, liquid outflow rate and rumen volume among the treatments and small influence of the treatments in the ammonia production and the kinetic of ruminal degradability were observed. The results had allowed to conclude that, in the general, the buffaloes present good rumen buffering capacity with light fall of pH with increasing of the ingestion ground grain corn and that probably the microorganisms in the rumen of the buffalos have good capacity to adapt in the environments with different relations CP:NSC.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
5318282.pdf (411.33 Kbytes)
Data de Publicação
2007-04-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.