• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.74.2017.tde-22082017-104534
Documento
Autor
Nome completo
Vinícius Camargo Caetano
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2017
Orientador
Banca examinadora
Faria, Douglas Emygdio de (Presidente)
Araújo, Lúcio Francelino
Artoni, Silvana Martinez Baraldi
Sgavioli, Sarah
Titto, Cristiane Gonçalves
Título em português
Determinação das exigências de lisina digestível para frangos de corte machos
Palavras-chave em português
Aminoácidos
Cobb-500
Nutrição
Proteína ideal
Rendimento de carcaça
Resumo em português
O objetivo deste estudo foi determinar a exigência de lisina digestível para dieta de frangos de corte machos por meio das características de desempenho, composição corporal e rendimento de carcaça dos animais. Foram realizados dois ensaios, avaliando as fases de 1 a 21 e 1 a 42 dias de idade (ensaio 1), e de 22 a 42 dias de idade (ensaio 2). As dietas diferiram quanto aos níveis de lisina digestível, mantendo-se a relação dos demais aminoácidos com a lisina seguindo o conceito de proteína ideal. Foram utilizados seis tratamentos de lisina digestível na dieta dos animais até 21 dias de idade foram de: 1,026; 1,125; 1,225; 1,324; 1,423; e 1,523%; e após os 21 dias de idade: 0,877; 0,961; 1,046; 1,131; 1,216; e 1,301%. Em cada um dos ensaios, foram utilizados 1296 animais da linhagem Cobb -500®, distribuídos em 36 unidades experimentais de 36 aves cada. As características de desempenho avaliadas foram consumo de ração, peso corporal, ganho de peso, conversão alimentar, viabilidade criatória e índice de eficiência produtiva. Aos 21 dias de idade (ensaio 1) e aos 42 dias de idade (ensaios 1 e 2) foram selecionadas ao acaso sete aves por parcela experimental, cinco para avaliação do rendimento e peso de carcaça total e de cortes comerciais, e duas para avaliação da composição corporal. Os cortes comerciais avaliados foram peito, coxa, sobrecoxa e asa. Na composição corporal, avaliou-se o teor de matéria seca, extrato etéreo, matéria mineral e proteína bruta. Os dados foram submetidos à análise de variância, e havendo diferenças significativas as médias foram comparadas pelo teste de Tukey. A estimativa da exigência de lisina digestível foi realizada utilizando-se modelos de regressão linear ou quadrática. A conversão alimentar foi influenciada em todas as fases, sendo sua exigência maior que para ganho de peso. A exigência para conversão alimentar foi de 1,374; 1,243; e 1,301% para as fases de 1 a 21, 1 a 42 e 22 a 42 dias de idade, respectivamente. A lisina digestível influenciou o rendimento de peito dos animais apenas nas idades de 1 a 42 e 22 a 42 dias de idade, com exigências de 1,200 e 1,301%, respectivamente. Nas idades de 1 a 21 dias e 1 a 42 dias de idade apresentou-se diferenças na deposição proteica na carcaça, com melhores níveis à 1,305 e 1,262%, respectivamente. Níveis maiores que as recomendações conhecidas em âmbito nacional de lisina digestível trouxeram benefícios aos animais sobre conversão alimentar, rendimento de peito, deposição de proteína e gordura corporal.
Título em inglês
Determination of digestible lysine requirements for male broilers
Palavras-chave em inglês
Amino acids
Carcass yield
Cobb-500
Ideal protein
Nutrition
Resumo em inglês
The objective of the present study was to evaluate the optimal levels of digestible lysine in the diet of male broilers, evaluating performance characteristics, body composition, and carcass yield of the animals. Two trials were carried out to assess the stages from 1 to 21 and 1 to 42 days of age (assay 1), and from 22 to 42 days of age (assay 2). The diets differed in digestible lysine content, maintaining the relation among the other amino acids and lysine in accordance with the ideal protein concept. The six levels of digestible lysine in the diet of animals up to 21 days of age were: 1.026%; 1.125%; 1.225%; 1.324%; 1.423%, and 1.523%; and after 21 days of age: 0.877%; 0.961%; 1.046%; 1.131%; 1.216%, and 1.301%. A total of 1296 animals were employed in each of, distributed in 36 experimental units of 36 birds each. The determined performance characteristics corresponded to feed intake, body weight, weight gain, feed conversion, viability, and productive efficiency index (except for animals from 1 to 21 days of age). At 21 days of age (assay 1) and 42 days of age (assay 1 and 2), seven birds per experimental unit were selected at random, five for the estimation of yield and total carcass and commercial cut weight, and two for the evaluation of body composition. The commercial cuts consisted of breast, thigh, drumsticks and wing. Regarding body composition, dry matter, ethereal extract, ash, and crude protein content were calculated. The data were submitted to variance analysis, and when significant differences were observed, the means were compared using the Tukey test. The estimation of digestible lysine requirements was performed applying linear or quadratic regression models. Feed conversion was influenced in every phase, and its requirement was greater than for weight gain. The requirements for feed conversion were 1.374%; 1.243%, and 1.301% for phases from 1 to 21, 1 to 42, and 22 to 42 days of age, respectively. Digestible lysine only affected animal breast yield during the ages from 1 to 42 and 22 to 42 days of age, with requirements of 1.200% and 1.301%, respectively. At ages ranging from 1 to 21 days and 1 to 42 days of age, differences in protein deposition in the carcass were observed, displaying superior levels at 1.305% and 1.262%, respectively. With respect to nationally known recommendations regarding digestible lysine, higher levels of the amino acid in the diet have brought benefits regarding animal feed conversion, breast yield, protein deposition, and body fat.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DO5884058COR.pdf (2.90 Mbytes)
Data de Publicação
2017-08-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.